16 junho 2024

Casal de colonos pesca peixe com mais de 1 metro e 75 quilos durante pescaria na Estrada de Porto Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

O casal de colonos Irenilda Lopes de Souza, de 61 anos, e Cenivaldo Moraes de Souza, de 49 anos, não acreditou quando puxou a malhadeira e viu o peixe que tinha capturado no último dia 18. É que preso na rede havia um peixe de mais de um metro e 75 quilos.

Os colonos moram em uma propriedade no km 22 da estrada de Porto Acre, interior do estado, e vivem do roçado e pesca. O animal foi cortado e vendido a R$ 15 o quilo.

Ao G1, Irenilda explicou que o casal ficou apenas com a cabeça do pescado, que rendeu uma caldeirada, e vendeu o restante. Segundo ela, o marido já pegou outros peixes grandes também, mas nunca desse tamanho.

“Ele chegou da roça e fomos olhar a malhadeira. Ele pediu para eu olhar e puxar a malhadeira e fui puxando. Quando o peixe pulou e falei: ‘vem que tem um peixe’. Ele veio e foi uma luta para a gente colocar na canoa”, relembrou.

Ainda segundo a mulher, o pescado não foi medido, mas ela acredita que tinha cerca de 1,60 metro. A reportagem tentou falar com Cenivaldo Souza, mas ele estava na propriedade do casal, que não pega sinal de telefone, e não obteve sucesso.

Irenilda acredita que o peixe capturado é um jundiá pacamã, muito parecido com o jaú. Ao chegar na colônia, o pescador precisou carregar o peixe nas costas para chegar até a casa.

“Chegamos no porto, ele chamou o filho dele, que tem 15, amarrou no rabo, na cabeça, jogou nas costas e levou. Vendemos o quilo a R$ 15 lá na colônia mesmo. Ficamos com a cabeça e fizemos uma caldeirada”, contou

Por Aline Nascimento, G1 AC 

Veja Mais