20 julho 2024

Policial militar de 31 anos morre durante o parto e deixa três filhos

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

Uma policial militar morreu após complicações no parto na quarta-feira (6), em Mogi das Cruzes, na região metropolitana de São Paulo. A cabo Bruna de Souza Brito, de 31 anos, trabalhava havia nove anos no 17º Batalhão de Polícia Militar do Metropolitano (BPM/M).

A mulher deu entrada em um hospital da região para a realização do parto, mas teve complicações e morreu. Não há informações se o bebê sobreviveu.

Bruna era casada com um soldado do 32º BPM/M e deixa três filhos.

O velório da policial foi realizado no bairro Mogi Moderno, às 11h, nesta quinta-feira (7). O sepultamento ocorreu no mesmo dia no Cemitério São Salvador, na praça Antônio Nogueira, 101, centro, Mogi das Cruzes, às 16h30.

Em nota, a corporação lamentou a morte da PM.

“É com extremo pesar que o comandante do 17º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano informa o falecimento da cabo PM Bruna de Souza Brito, em decorrência de complicações durante o parto. Uma Instituição quase bicentenária tem sua história construída pelo trabalho e empenho de muitos, que dia a dia se entregam a fazer o que amam e a defender o que acreditam, sem esmorecer frente às dificuldades. Certamente, a cabo PM Bruna é parte dessa história! Somos gratos por todo o legado deixado. Nesse momento de dor, unimos nossos sentimentos aos da família e elevamos nossos pensamentos em Deus, rogando-lhe que, por meio de seu grande amor, possa consolar os corações e curar as feridas dessa separação”, escreveu.

Via Blog do Itamar

Veja Mais