20 julho 2024

Atirador que matou 18 pessoas no Maine, nos Estados Unidos, é encontrado morto

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Imagem da cidade de Lewiston, onde houve massacre de 18 pessoas em um bar e uma pista de boliche — Foto: Kevin Lamarque/Reuters

O atirador que matou 18 pessoas e feriu outras 13 no Maine, nos Estados Unidos, foi encontrado morto nesta sexta-feira (27), segundo as autoridades locais. O corpo do criminoso, de 40 anos, foi encontrado em uma cidade vizinha onde o massacre aconteceu.

Publicidade

O tiroteio em massa aconteceu na quarta-feira (25), em Lewiston. Segundo a polícia, o atirador invadiu um bar e uma pista de boliche. Esse é o ataque em massa com o maior número de vítimas fatais dos Estados Unidos neste ano.

A polícia informou que o corpo do atirador foi encontrado em uma floresta, na cidade de Lisbon. O local fica nas proximidades de onde um carro, que seria do criminoso, foi localizado abandonado.

As buscas pelo atirador duraram dois dias. Nas primeiras horas após o ataque, os moradores da região foram orientados a ficarem trancados em casa. A recomendação para a reabertura do comércio só veio nesta sexta-feira.

“Como muitas pessoas, estou respirando aliviada esta noite”, disse a governadora do Maine, Janet Mills, em uma entrevista coletiva.
Agentes do FBI também foram mobilizados nas buscas. Na quinta-feira (27), policiais e outros agentes de segurança chegaram a cercar uma casa que estaria ligada ao criminoso. No entanto, ninguém foi encontrado.

Após o corpo do atirador ser encontrado nesta sexta-feira, o comissário do Departamento de Segurança Pública do Maine disse que o criminoso, aparentemente, atirou contra si mesmo.

As autoridades já indentificaram todas as vítimas, que incluem um casal de cerca de 70 anos e um adolescente de 14, que morreu com o pai.

Joe Biden pede aprovação de lei sobre armas
O presidente dos EUA, Joe Biden, publicou um pronunciamento oficial em que lamenta a morte das pessoas em Maine e afirma que oferecerá tudo que for necessário para apoiar o povo do estado.

No texto, Biden ainda apela aos republicanos no Congresso para que apoiem um projeto de lei que proíba rifles e cartuchos de altas capacidades, o que, segundo ele, levaria ao armazenamento seguro dessas armas.

“Isto é o mínimo que devemos a todos os americanos que agora suportarão as cicatrizes – físicas e mentais – deste último ataque”, diz Biden.
Maine não exige autorização para porte de armas
Com cerca de 38 mil habitantes, Lewiston, no estado do Maine, faz parte do condado de Androscoggin e fica a cerca de 56 km ao norte da maior cidade do estado, Portland.

O Maine tem baixos índices de criminalidade: durante todo o ano de 2022, foram registrados 29 homicídios ao todo.

O estado não exige autorização para porte de armas, e tem uma cultura a de posse de armas que está ligada às suas tradições de caça e tiro esportivo.

“Nosso pequeno estado de apenas 1,3 milhão de pessoas é conhecido há muito tempo como um dos mais seguros do país. Este ataque atinge quem somos e os valores que prezamos para esse lugar que chamamos de lar”, disse Janet Mills.

Por G1

 

Veja Mais