17 maio 2024

Operação policial no Acre combate pedofilia e crimes contra crianças e adolescentes

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Na quarta-feira, 11 de outubro, a Polícia Civil do Acre (PCAC) concluiu a última etapa de uma operação integrada com o objetivo de combater crimes como pedofilia, maus-tratos e outros delitos, cujas vítimas são crianças e adolescentes do estado.

A operação teve início em 28 de setembro e teve como foco reprimir qualquer forma de violência contra crianças e adolescentes, incluindo investigações sobre violência física, sexual, exploração, aliciamento, maus-tratos e homicídios.

Durante esse período, foram atendidas 77 vítimas e realizados 15 flagrantes, instaurados 65 inquéritos policiais, sendo 52 já concluídos. Além disso, 11 pessoas foram presas, e as autoridades policiais solicitaram dez medidas protetivas à Justiça em favor de crianças e adolescentes.

As ações policiais foram conduzidas nas cidades de Rio Branco e Cruzeiro do Sul, envolvendo delegacias especializadas, além de municípios como Plácido de Castro, Brasiléia, Epitaciolândia, Tarauacá, Feijó, Rodrigues Alves, Senador Guiomard, Sena Madureira, Manoel Urbano e Santa Rosa.

A delegada Carla Fabíola, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Criança e ao Adolescente Vítima (DECAV), enfatizou que os números obtidos durante a operação refletem o compromisso da Polícia Civil do Acre no combate aos crimes contra crianças e adolescentes. Ela ressaltou que esse resultado só foi alcançado com a contribuição de todas as delegacias do estado, que atenderam ao chamado do Delegado-Geral, José Henrique Maciel, para priorizar investigações envolvendo crianças e adolescentes em situação de risco.

Todos os indivíduos detidos serão submetidos a audiência de custódia e encaminhados ao Poder Judiciário, responsável por aplicar a lei contra agressores e abusadores de crianças e vítimas.

Veja Mais