24 julho 2024

Levantamento aponta Acre com segundo menor número de médicos jovens no Brasil

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

O número total de médicos jovens no Brasil cresceu 26% nos últimos três anos, passando de 75 mil em 2020 para mais de 95 mil em janeiro de 2024, conforme o levantamento Demografia Médica 2024 do Conselho Federal de Medicina (CFM).

Apesar desse crescimento, o Acre ocupa o penúltimo lugar no ranking nacional, com apenas 0,29 médicos com até 29 anos por mil habitantes, bem abaixo da média nacional de 0,53. Esse dado reflete o número de inscrições médicas no estado.

Além disso, o Acre possui a terceira pior colocação em número de escolas de medicina, contando com apenas três instituições, uma delas sendo a Universidade Federal do Acre (Ufac), a única que oferece o curso de forma gratuita.

Bônus Regional

A Ufac atrai muitos alunos de outros estados. Para aumentar a matrícula de estudantes acreanos, foi criado o bônus do Argumento de Inclusão Regional. Este bônus adiciona 15% na nota final do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para estudantes que cursaram integralmente o ensino médio regular e presencial em instituições de ensino do Acre.

O objetivo dessa bonificação, aprovada em outubro de 2018, é garantir que mais acreanos se matriculem nos cursos da Ufac. O bônus enfrentou diversas batalhas judiciais, com tentativas de derrubá-lo para permitir a matrícula de alunos de outros estados. Essa bonificação já foi adotada por outras universidades federais brasileiras.

Embora muitos alunos de outros estados procurem o Acre para cursar Medicina, a maioria retorna para seus estados de origem após a conclusão do curso.

Veja Mais