17 julho 2024

Região Norte registra queda de acidentes fatais com rede elétrica em 2023, aponta Abradee

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

 

Publicidade

O Brasil viu uma queda de quase 8% no número de acidentes fatais com a rede elétrica em 2023, comparado ao ano anterior. Foram registrados 250 casos fatais, contra 270 em 2022. Apesar dessa redução, o total de acidentes aumentou em 26 casos, fechando o ano com 782 registros, incluindo lesões graves e leves. Os dados foram apresentados nesta terça-feira (2) pelo presidente da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), Marcos Madureira.

De acordo com o levantamento da Abradee, a maioria dos acidentes está associada à construção ou manutenção predial, cabos energizados no solo, serviços na rede, ligação elétrica clandestina, furto de condutor/equipamento de energia, e incidentes com equipamentos e máquinas agrícolas.

“Mais de 50% desses acidentes são causados por interações humanas, seja durante obras, serviços prestados por empresas na mesma área, ou atos criminosos como furtos de condutores”, observou Madureira.

Ele destacou também os riscos associados ao roubo de cabos de energia, que podem resultar em acidentes fatais. Em 2023, foram registrados 35 acidentes relacionados a esse tipo de atividade, dos quais 21 foram fatais.

Os acidentes envolvendo balões também são preocupantes, podendo causar incêndios em instalações elétricas e outros danos. Madureira enfatizou a importância de campanhas de conscientização e segurança, como a 18ª edição da Campanha Nacional de Segurança para a Prevenção de Acidentes com a Rede Elétrica, que busca reduzir ainda mais o número de incidentes.

“Ao evitar qualquer contato com a rede elétrica, estamos salvando vidas, como demonstrado pelas reduções observadas em 2023 em comparação com 2022”, afirmou.

Ele ressaltou a necessidade contínua de educar a população sobre os riscos de interação com a rede elétrica, visando eliminar completamente esses acidentes. A campanha deste ano, com o slogan “Luz, prevenção, ação! Juntos pela nossa segurança com a rede elétrica”, será amplamente divulgada em diversos meios para alcançar um público diversificado, desde profissionais do setor até a população em geral.

Apesar da redução nos casos fatais, Madureira destacou que o aumento total de acidentes em 2023 indica a necessidade de intensificar os esforços de conscientização.

“Nosso objetivo é zerar o índice de acidentes. Para isso, é fundamental que todos compreendam o risco e adotem medidas preventivas”, concluiu.

Distribuição Regional dos Acidentes

Nos registros por região, o Sudeste liderou com 286 casos, seguido pelo Nordeste com 233. Na Região Norte, foram registrados 111 acidentes, com 17 resultando em mortes. A Região Sul totalizou 105 casos, incluindo duas mortes durante atividades de construção ou manutenção predial. As distribuidoras do Centro-Oeste reportaram 47 acidentes, com destaque para ocorrências relacionadas à construção e operações agrícolas.

 

Veja Mais