Alan Rick é suspeito de ter usado candidata ‘laranja’ que cada voto custou quase R$ 50 mil para garantir eleição

0
298

15 Fev de 2019 do YacoNews

Segundo a Folha de São Paulo, candidata do DEM que tirou apenas 6 votos recebeu R$ 279 mil reais do partido e repassou quantia a Alan

 A Folha de São Paulo publicou reportagem nesta sexta-feira (15) onde aponta deputados federais eleitos que teriam usado candidatos laranjas para poder ganhar a eleição de 2018. Segundo a reportagem, potenciais laranjas receberam R$ 15 milhões de verba pública de 14 partidos, entre eles estão o Democratas do Acre.

 A reportagem cita o deputado eleito pelo Acre, Alan Rick (DEM), que teria usado uma candidata laranja para receber recursos do partido e repassar para a campanha do então deputado reeleito em 2018.

 Ainda segundo a reportagem da Folha de São Paulo, o dinheiro do partido de verba pública no valor de R$ 279,6 mil foi repassado diretamente à conta da candidata Sônia de Fátima Silva Alves (DEM), do Acre. E ela repassou 16% do que arrecadou para a campanha do deputado federal Alan Rick.

 Sônia de Fátima foi, em 2018, a dona do voto mais caro do Brasil: recebeu R$ 279,6 mil e foi escolhida nas urnas por seis pessoas, ou seja, cada voto de Sônia custou cerca de R$ 46 mil reias para os cofres públicos.

 De acordo com a Folha de São Paulo, além do repasse a Alan Rick, a candidata contratou 72 fornecedores, a maioria deles pessoas físicas, com repasses que chegam a R$ 10 mil para cada.

 Também foram registrados casos de prestadoras de serviços cuja expertise não têm relação com os serviços prestados na campanha.

 A reportagem da Folha de São Paulo diz que procurou o parlamentar Alan Rick para se defender das acusações, mas o deputado não se posicionou sobre a grave denúncia.



Por Folha do Acre

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui