REFORMA DA PREVIDÊNCIA: O que muda de verdade na vida dos brasileiros, em especial na vida do trabalhador ruralL.

0
134

14 Fev de 2019 do YacoNews


A reforma da previdência tem causado polêmica e receio em muitos brasileiros, principalmente aqueles que  ainda não se aposentaram ou que estão próximos da aposentadoria. 

Façamos algumas reflexões para você entende a reforma da previdência proposta pelo governo de Jair Bolsonaro, e assim você tire suas dúvidas e ficar por dentro do que está acontecendo em Brasília. 

 Aposentadoria Rural 

O governo propõe a comprovação do tempo de serviço, que antes era feita pelos sindicatos, e que com a nova proposta será homologada por uma empresa de assistência técnica e extensão rural, no caso seria a Emater. 

Os trabalhadores rurais serão considerados segurados especiais e os mesmos terão que  contribui anualmente, e de acordo com a nova proposta de Bolsonaro, a contribuição mínima deverá ser R$ 600,00 ou uma porcentagem sobre a produção agrícola, desde que esse valor atinja pelo menos 8% do piso de contribuição do INSS por mês, traduzindo, o trabalhador rural que já não tem nem para garantir o sustento mensal de sua família terá ainda que pagar para que, se alcançar a idade mínima que é de 55 para mulheres e 60 para homens hoje, passará com a nova proposta para ambos os sexos para idade mínima de 60 anos e no mínimo 20 anos de contribuição. Voltando a lembrar você trabalhador rural terá que  contribui no mínimo 20 anos o valor de R$ 600,00.

Vale lembrar que a nova proposta, ou seja, a pec 6/2019 só valerá  depois de aprovada no Congresso Nacional com os votos de deputados e senadores de cada estado. E você trabalhador e trabalhadora acreana, lembra quem foi o seu voto para senador? Quem você elegeu para deputado federal? 

Agora é a hora de fazer valer o seu voto de confiança. Ou não foi um voto de confiança conciente? Faça você mesmo caro leitor essa reflexão!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui