Raquel Dodge recebe pedido para investigar Sérgio Moro

1
271
16 Jun de 2019 do YacoNews
Com informações do Blog do Ismael

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, recebeu neste domingo (16) pedido para que o ministro da Justiça, ex-juiz Sérgio Moro, seja investigado por condutas ilícitas revelas nas reportagens do site The Intercept Brasil.

O pedido de providências foi protocolado hoje pelo coletivo Advogadas e Advogados Pela Democracia.
Na noite deste sábado (16), o mesmo coletivo ingressou no Superior Tribunal de Justiça (STJ) com um pedido de prisão preventiva contra o ex-juiz Sérgio Moro e integrantes da força-tarefa Lava Jato sob o argumento de que eles agiam em conluio para praticar fraudes processuais contra réus. Além disso, sustentam os advogados, que procuradores e o ministro da Justiça podem destruir provas e usar a função pública para dificultar as investigações.
No entanto, o pedido formulado à PGR se resume da seguinte forma:
“Por todo o exposto, solicita-se a V. Ex.cia que tome todas as providências necessárias, no sentido de que seja imediatamente instaurado procedimento de investigação, para apuração dos fatos aqui noticiados e condutas ilícitas apontadas, sem prejuízo de outras relacionadas à matéria, a fim de que se efetive a tutela dos mais relevantes interesses da sociedade brasileira”, diz o pedido na petição assinada por 12 advogados.
Saiba que são os doze advogados que pediram providências à PGR contra Moro:
  • Adriano Laurentino de Argolo
    OAB/AL 4.678
  • Eduardo Suzuki Sizo
    OAB/PA 7.608
  • Carlos Augusto dos Santos Nascimento Martins
    OAB/PR 47.262
  • Claudio Antonio Ribeiro
    OAB/PR 4.636
  • Igor Martinho Kalluf
    OAB/PR 60.106
  • Jocilene Queiroz Meyer
    OAB/PR 90.202
  • Lucas Rafael Chianello
    OAB/MG 137.463
  • Marcelo Tadeu Lemos de Oliveira
    OAB/AL 16.100
  • Marcello R. Lombardi
    OAB/PR 25.302
  • Pedro Fratucci Savordelli
    OAB/PR 38.675
  • Ruy Silva dos Santos Júnior
    OAB/BA 31.641
  • Tânia Mara Mandarino
    OAB/PR 47811
Na representação à Procuradoria-Geral da República (PGR), o coletivo de Advogados pela Democracia fundamenta o pedido nos conteúdos publicados pelo portal The Intercept, em que foram revelados vários diálogos entre o então juiz da 13a Vara Federal Criminal de Curitiba, Sérgio Moro, e os seguintes procuradores da Operação Lava Jato:
  • Deltan Dallagnol (coordenador da força-tarefa);
  • Laura Gonçalves Tessler (procuradora federal);
  • Carlos Fernando dos Santos Lima (procurador federal aposentado); e
  • Maurício Gotardo Gerum (procurador federal junto ao TRF da 4a Região).

1 COMENTÁRIO

  1. Esses advogados estao mais uma vez a trabalhar a favor do PT juntamente com dessa emprensa esquerdista, que nunca aceitaram a prisão do maior bandido desse país e agora querem criminalizar o ministro Sergio Moro, e desarticular a lavajoato

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui