Ratinho e SBT terão de pagar R$ 400 mil a padres por “fakenews”

0
91

17 Jun de 2019 do YacoNews

Uma ação iniciada em 1999 teve seu desfecho na semana passada, no STJ. Naquele ano, recém-contratado pelo SBT, Ratinho exibiu uma matéria “inventada” que culminou em danos morais a dois padres e um noivo.

A história falava que um morador da cidade de Astorga (Paraná) havia largado a mulher para ir morar com o padre que celebrou seu casamento. Além da notícia não ser verídica, o programa de Ratinho no SBT exibiu a imagem de um outro padre.
Os dois padres entraram na Justiça pedindo indenização por danos morais e acabaram vencendo, finalmente, após duas décadas, segundo informou com exclusividade neste domingo o colunista Lauro Jardim, de “O Globo”.

Não cabe mais recurso à sentença.

Procurado pela coluna neste domingo, o SBT informou, por meio de sua assessoria, que não comentaria a decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça).


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui