Estado garante ampliação das salas de cirurgias e a volta da radioterapia

0
29

27 Jan de 2020 do YacoNews
De Noticias do Acre 

“Agora, nós vamos ter todas as condições para trabalhar”. A frase de empolgação, acompanhada de um largo sorriso no rosto é do médico Miguel Guizzard, responsável técnico pela área de radioterapia e radiologia da Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon), como se chama o Hospital de Câncer do Acre, ao ouvir pessoalmente do secretário da Casa Civil, José Ribamar Trindade, e do secretário de Estado de Saúde, Alysson Bestene, que o Governo do Estado do Acre vai intervir imediatamente para que o acelerador linear volte a funcionar.

O equipamento é usado para o tratamento de pessoas com câncer, mas estava parado há mais de um ano, obrigando aos pacientes que precisam fazer radioterapia viajarem para outros estados pelo Sistema de Tratamento Fora de Domicílio.


De um lote de apenas 80 aceleradores enviados para todas as regiões do país, o Acre foi contemplado pelo Ministério da Saúde com um aparelho, que não estava em funcionamento porque as adequações no controle de umidade da sala não tinham sido feitas.

Esta e outras questões, que até então comprometiam o bom funcionamento de alguns setores da Unacon e da Fundação Hospitalar do Estado do Acre (Fundhacre), foram verificadas, nesta quarta-feira, 22, por Trindade, em cumprimento a uma determinação do governador Gladson Cameli de aproximar a Casa Civil de todas as secretarias, para que o Gabinete possa ter um diagnóstico dos problemas estruturais, resolvendo as demandas menores no curto prazo e definindo metas para as maiores, até o final deste primeiro semestre.

Com o presidente interino da Fundhacre, Marcelo Lima, ao lado da secretária-adjunta de Saúde, Paula Mariano, e do secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, Anderson Abreu Lima, Alysson Bestene e Ribamar Trindade percorreram as dependências das duas unidades, a Fundhacre e a Unacon, que funcionam juntas no complexo do Hospital das Clínicas na Via Verde.


Com a inspeção desta quarta, ficou definido, por exemplo, que os exames do acelerador linear, que vão permitir que sejam feitas as radioterapias no estado, serão retomados a partir do final de fevereiro, e que as cirurgias na Fundhacre também serão impulsionadas, passando dos atuais 16 procedimentos cirúrgicos diários para até 30.

Uma semana será o tempo necessário para que as três salas cirúrgicas, que estavam desativadas sejam reformadas, aumentando a disponibilidade de quatro para sete salas cirúrgicas já a partir da segunda quinzena de fevereiro e início de março.


“Nós conhecemos toda a estrutura [da Fundhacre e da Unacon]. Vimos que temos problemas estruturais. Muitos que podem ser resolvidos de imediato e vamos ter, já na próxima semana, uma previsão de mais três salas de cirurgias”, destacou Ribamar Trindade.

Conforme o secretário de Saúde, Alysson Bestene, o empenho do governador Gladson Cameli de integrar a equipe de governo, trazendo as pastas do Planejamento e da Fazenda capitaneadas pela Casa Civil para observar in loco as demandas da Saúde, promove mais celeridade na resolução dos problemas, sobretudo os de urgência.

“Com essa integração, vamos poder trazer melhorias para a Saúde, atendendo melhor a população, aproximando as equipes de governo. Como o nosso governador Gladson tem dito sempre, a Saúde é uma prioridade do seu governo”, afirma Alysson Bestene.


“E o foco, nesse início de ano, é o de dar uma resposta para a população do nosso estado, com um maior número de leitos, dando muito mais resolutividade”, completa o secretário.

Médico elogia postura do estado de colocar equipamentos para funcionar


Responsável técnico pela área de radioterapia e radiologia da Unacon, o médico Miguel Guizzard enalteceu o empenho do Governo do Estado do Acre em recuperar setores que ele classifica como “extremamente importantes para que os pacientes sejam atendidos com a dignidade que merecem”.

“Dependemos dos equipamentos funcionando e, apesar de todas as dificuldades que vínhamos enfrentando, buscamos sempre oferecer o melhor atendimento aos nossos pacientes e, agora, com esse empenho importante, nós vamos ter todas as condições para trabalhar”, pontuou o profissional, momentos depois de ter conduzido a equipe do governo a conhecer alguns setores sensíveis da Unacon.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui