Jovem que matou mulher ano passado mata padrasto a facadas e tenta matar a própria mãe na capital

0
32

21 Jan de 2020 do YacoNews
Por Ithamar Sousa

William Cordeiro da Silva, de 20 anos matou a própria mulher no final de outubro do ano passado, foi preso, mas ficou respondendo processo em liberdade, e hoje cometeu mais um crime bárbaro e conseguiu fugir

Na noite desta terça-feira ( 21), William Cordeiro da Silva, de 20 anos, matou o padrasto Hudson Matias da Silva, 39 anos,  a golpes de faca o crime aconteceu dentro da residência da vitima, localizada na Rua da Amizade, bairro Novo Calafate, em Rio Branco.

Segundo informações da família, a vítima estava reunida com outros parentes na área da casa, quando William Cordeiro da Silva, 20 anos, que faz uso de remédio controlado, entrou na residência, pegou uma faca na cozinha e desferiu vários golpes contra o tórax do padrasto. Hudson não resistiu e morreu no local.

Em seguida, William ainda tentou matar a própria mãe, mas não conseguiu, pois a lâmina da faca ficou cravada no corpo de Hudson e restou somente o cabo do objeto. Os outros familiares então pegaram pedaços de madeira e tentaram atingir William, mas o jovem conseguiu fugir do local.


Os familiares ainda acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que só constatou que o homem já estava sem vida. O corpo de Hudson foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) onde serão realizados os devidos exames cadavéricos.

A Polícia Militar ainda tentou procurar por William, mas o rapaz não foi preso até o momento.

De acordo com a polícia, William Cordeiro é acusado de matar a própria esposa, Maria José, de 28 anos, com 9 facadas, em um apartamento no Bairro Conquista.

O crime aconteceu na frente dos dois filhos da mulher na madrugada do dia 28 de outubro do ano passado. O acusado foi preso no dia 6 de novembro, mas foi solto.

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar a morte de Hudson e, novamente, procurar por William Cordeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui