“Faltou o governo apontar o rumo e o que vai fazer para combater a violência”, afirma Jenilson

0
35

10 Fev de 2020 do YacoNews
Por Ac24horas

Do ponto de vista da presença dos representantes do poder legislativo, o encontro para discutir a segurança pública no Acre, onde foi lançado o programa Acre pela Vida, foi um fracasso.

Da Assembleia Legislativa do Acre, apenas os deputados estaduais Jenilson Leite (PSB), Fagner Calegário (PL), José Bestene (Progressistas) Doutora Juliana (PRB) e o presidente da casa, deputado Nicolau Júnior (Progressistas), estiveram presentes.

Já por parte da bancada federal, somente as deputadas federais Perpétua Almeida (PCdoB) e Vanda Milani (SD) estiveram presentes, além do senador Sérgio Petecão (PSD).

Mesmo com a pequena presença parlamentar, Jenilson Leite classificou como positiva a iniciativa do governo em reunir os poderes para discutir soluções para a violência no Acre. “Eu considero importante a iniciativa do governo em convidar os poderes. Considero que é um assunto de extrema complexidade. O primeiro papel do Estado é garantir a segurança da população”, disse Jenilson.


O parlamentar, no entanto, afirma que esperava a apresentação de um planejamento à curto, médio e longo prazo para o enfrentamento a criminalidade. “Não percebi isso e senti falta. Acho que houve uma preocupação muito grande em mostrar como o crime atua. Problemas que são corriqueiros como as fronteiras abertas, por onde entram drogas e armas não foi apresentado como isso vai ser combatido. Essa é uma responsabilidade do governador e de sua equipe, e nós, do parlamento estamos para ajudar na aprovação das leis. Até porque quando a população elegeu Gladson e o Major Rocha, elegeu apostando nas promessas de trazer resultados”, afirma Jenilson.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui