Rapadura é doce mais não é mole

0
23

11 Fev de 2020 do YacoNews
Por Ruan Teixeira


A situação do governo do estado não está nada fácil, a forte pressão por resultados positivos vem deixando o governador completamente desconfortável segundo algumas fontes palacianas, como diz o ditado rapadura é doce mais não é mole.

A forte crise no setor da segurança é a mais preocupante, o choque até o momento não surtiu efeito nas organizações criminosas, que dia após dia vem deixando a população mais amedrontada para sair nas ruas, de ir ao comercio etc.

Fragilidade

A reunião reunindo toda a bancada federal, os deputados estaduais e demais parlamentares, não saiu como o previsto, embora a ideia do governador seja digna de aplausos, a falta dos deputados de sua base, mostrou a fragilidade do governo diante da articulação com os seus pares, o mais grave de tudo é que o responsável pela segurança não compareceu a reunião.

No momento esse é o maior gargalo na gestão de Gladson Cameli, trazer à sensação de paz e tranquilidade a população acreana, que a cada dia avalia a sua gestão de forma negativa. O progressista terá que se esforça para não cair ainda mais sua popularidade, em um ano de eleição, essa rejeição pode ser prejudicial aos seus aliados, ou até mesmo se o partido do governador for lançar candidatura à prefeitura da capital.

Movimentação nos bastidores

Nesse ano politico, os bastidores ficam mais movimentados, varias conversas, boatos, tudo para chegar a um denominador comum. Diante do lançamento da pré-candidatura de Roberto Duarte (MDB) a prefeitura de Rio Branco, o fogo amigo começa a ficar mais pesado, a pergunta é, será que esse fogo amigo não irá fazer a candidatura de Duarte crescer ainda mais diante da opinião da população? É o que veremos nos próximos dias.

Esperando a decisão


A maioria dos pré-candidatos a prefeitura da capital, e os dirigentes partidários, estão esperando a decisão do senador Sérgio Petecão (PSD) para qual lado irá caminhar nessa eleição, sem sombra de duvidas, se o PSD não for ter candidatura própria, o senador pode ser o aliado mais pesado da balança para decidir as eleições.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui