Em Sena Madureira família diz que bebê morreu após parto por negligência médica

0
128

 

Em contato com a reportagem neste sábado (27), a sena-madureirense Emmily Hilary Teles disse que sua irmã, Ana Gabriela da Costa Espíndola, de 29 anos, que perdeu a bebê nesta sexta-feira (27) após a criança não resistir ao parto, teria sido vítima de negligência médica no Hospital João Câncio Fernandes, no município.

Ana Gabriela procurou o hospital no último dia 8 de junho após se dar conta de que estava perdendo líquido. No local, ela foi examinada e mandada para casa em seguida.

“Poucos dias depois, já preocupada, por conta da perda do liquido e que ja estava entrando nas suas 40 semanas de gestação, voltou novamente. Mais uma vez mandaram para casa”, comentou.

“Ela continuou fazendo acompanhamento no posto de saude, fazendo pré-natal. Foi em consulta particular e nada de ter um médico que fizesse sua cesariana”, continuou.

Na quinta-feira (25), depois de um exame, já com 41 semanas, o médico pediu para que ela fosse para o hospital para a realização da cirurgia.

Quando aconteceu o parto e a criança foi retirada, a reação mais esperada pela mãe e pela equipe não veio: o choro.

“Na sexta, quando fizeram a cesariana e tiraram a neném, ela não chorou. Havia engolido liquido. Ela precisava ser encaminhada para a UTI em Rio Branco, mas não deu tempo. Ela faleceu”, explicou.

Emmily disse que o sentimento é de tristeza e muita revolta.

“Iremos acionar o Estado na Justiça, pois é inadmissível que isso aconteça”, salientou.

“Minha irmã está se recuperando da cesariana, mas continua no hospital. Está emocionalmente muito abalada. Tiverem que transferir ela do quarto que estava junto com outras mães e bebês, porque ela queria a filha dela”, finalizou.

Nossa reportagem entrou em contato com a direção do hospital, que disse ter tido conhecimento do caso, que será investigado. Na segunda-feira (27) toda a equipe responsável se reunirá para elucidar o fato e, “de forma honesta e justa”, apurá-lo.

 

Everton Damasceno, Contilnet

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui