“Só discurso não adianta”, afirma Daniel Zen sobre atuação do governo de Gladson Cameli

0
133

O deputado estadual Daniel Zen destacou nesta terça-feira (18), durante sessão on-line da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), os dados que apontam para o avanço da extrema pobreza no estado, após dois anos de governo Gladson Cameli (PROGRESSISTAS).

A extrema pobreza cresceu no Estado do Acre, segundo revelam os dados do ranking da miséria no país, divulgados na última segunda-feira (17) pelo Banco Mundial. Cerca de 17,4% dos acreanos viviam com menos de R$ 4,08 por dia. Esse percentual subiu para 18,9% em 2019.

Em reação aos números divulgados, Daniel Zen apontou as promessas não cumpridas pelo atual governo. “Na campanha é fácil fazer promessas. Disseram que o governo do agronegócio ia resolver todos os problemas. Infelizmente, não passou de uma falácia”.

O parlamentar relembrou alguns dos feitos realizados durante os governos da Frente Popular e afirmou que não houve atraso de dois anos no pagamento do subsídio da borracha, como aconteceu agora. “Governo do agronegócio de verdade era o nosso, que deixou o Acre livre de aftosa em seu rebanho bovino e contribuiu para sua ampliação; que incentivou a ampliação das lavouras para plantio de grãos, como o milho e a soja, mas soube respeitar o produtor da agricultura familiar e do extrativismo”.

Conforme o deputado, o governo atual não plantou um pé de feijão, não ajudou o produtor com acesso facilitado ao crédito, não criou e não revitalizou um programa de ramais. “Só discurso não adianta, não resolve. A gente conhece o homem pelo que ele faz e não apenas pelo que ele diz”, enfatiza o deputado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui