Morre Coordenador da Funai após levar flechada de indígenas isolados

0
116

Faleceu ontem (9) o coordenador indigenista da Frente de Proteção Etnoambiental Uru-Eu-Wau-Wau (FPEUEWW) da Fundação Nacional do Índio (Funai), Rieli Franciscato, de 56 anos, uma das grandes referências nos trabalhos de proteção aos indígenas da Amazônia, após ser atingido no tórax por uma flecha disparada por indios isolados em Rondônia.

De acordo com a Polícia Civil o caso aconteceu nas proximidades da Linha 6 em Seringueiras (RO). Segundo informações da Polícia Militar (PM) que apoiava o coordenador em uma missão na região os policiais se abrigaram atrás da viatura enquanto eram atacados por flechas, quando o ataque cessou e já não havia mais indígenas Franciscato foi encontrado caído atingido por uma flecha.

O coordenador defendia o distanciamento com o grupo de indígenas isolados e atuava para evitar um conflito no local. Franciscato fez parte da equipe que demarcou a primeira terra exclusiva para indígenas isolados.

Por meio de nota de pesar a Funai manifestou “imenso pesar” pela morte do servidor, que era “o coordenador da Frente de Proteção Etnoambiental Uru Eu Wau Wau e somava mais de 30 anos de dedicação à proteção dos índios isolados no Brasil”. A assessoria de comunicação disse que “a fundação lamenta profundamente a perda e manifesta solidariedade aos familiares e colegas do servidor. As equipes da Coordenação Geral de Índios Isolados e de Recente Contato (CGIIRC) e das Frentes de Proteção Etnoambiental se despedem de Rieli com carinho, respeito e admiração”. Citado pela assessoria, o atual coordenador do setor, Ricardo Lopes Dias, disse que Rieli “dedicou a vida à causa indígenas. Com mais de três décadas de serviços prestados na área, deixa um imenso legado para a política de proteção desses povos”.

 

 

Com informações do UOL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui