Gás de cozinha chega a quase R$ 100 e carne teve aumento de R$ 150% em Rio Branco

0
203

O preço dos alimentos em Rio Branco estão a cada dia mais em alto, em decorrência da crise ocasionada pela pandemia do covid-19. O preço do gás de cozinha, carne e arroz, produtos essenciais para o dia a dia, foram os mais afetados.

A reportagem esteve em duas distribuidoras e constatou que o preço beira os R$100. No bairro Mocinha Magalhães, por exemplo, o gás de cozinha está custando R$96. De acordo com um representante de vendas, o aumento ocorreu devido ao reajuste das revendedoras.

De acordo com uma pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o valor do reajuste foi de R$5. O preço médio da Petrobras às distribuidoras será equivalente a R$26,55 por botijão de gás de 13 kg. O reajuste é válido também para a indústria e comércio.

Já o preço do arroz nos mercados, antes vendidos a R$16, hoje custa cerca de R$27. O reajuste foi de R$ 80%.

Em relação ao preço da carne bovina, o aumento foi impactante. Antes, o preço da carne estava em média R$16, hoje está chegando a R$40 nos açougues, um reajuste de 150%.

Em contato com a assessoria do Sindicato das Indústrias de Frigoríficos e Matadouros do Estado do Acre (Sindicarnes), o grande problema no Estado tem sido a falta do animal para abate devido à exportação.

Contilnet

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui