Inflação de Rio Branco é uma das 5 mais altas do país em setembro

0
102

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de setembro chegou a 1,19%, acumulando alta de 2,15% em 2020, a quinta maior inflação entre as capitais neste ano de pandemia.

A inflação só foi maior que Rio Branco nas capitais Campo Grande, Fortaleza, Vitória e Recife.

Dos grandes grupos que impulsionaram a inflação, a aceleração no grupo alimentação e bebidas, que chegou a 2,28% em setembro frene a agosto, ocorreu especialmente em função dos alimentos para consumo no domicílio, cujos preços subiram 2,89% entre um e outro mês.

Entre as maiores variações, estão o óleo de soja (27,54%) e o arroz (17,98%), que acumulam no ano altas de 51,30% e 40,69%, respectivamente. Em conjunto, os dois itens contribuíram com 0,16% no IPCA de setembro.

Os preços de outros produtos importantes, como o tomate (11,72%), o leite longa vida (6,01%) e as carnes (4,53%) também subiram. No lado das quedas, os destaques foram cebola (-11,80%), batata-inglesa (-6,30%), alho (-4,54%) e frutas (-1,59%).

A alimentação fora do domicílio, que havia caído 0,11% em agosto, subiu 0,82% em setembro, influenciada pela alta nos preços do lanche (1,12%) e da refeição (0,66%).

A segunda maior variação no índice do mês veio dos artigos de residência (1,00%), cuja alta ocorreu principalmente por conta dos itens TV, som e informática (1,99%) e mobiliário (1,10%). Este último, apesar de alta observada no mês, acumula queda de 8,73% no ano.

No País, o IPCA ficou 0,64%, ficando 0,40 ponto percentual acima dos 0,24% de agosto. Esse é o maior resultado para um mês de setembro desde 2003 (0,78%). No ano, o indicador acumula alta de 1,34% e, em 12 meses, de 3,14%, acima dos 2,44% observados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em setembro de 2019, a variação havia sido de -0,04%.

Já o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) também é alto em setembro em Rio Branco, chegando a 1,72%, 3a maior das capitais. O acumulado em 2020 é de 2,81%, com o grupo de alimentos impulsionando a carestia generalizada.

 

Via ac24horas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui