“Faça o que eu digo, não faça o que eu faço”: Apóstolo que pedia para pastores não se venderem, ganha R$ 14 mil no senado e faz campanha para candidato

0
188

O apóstolo José Ildson Viana Barbosa, integrante da Associação dos Ministros Evangélicos do Acre, a Ameacre, que em agosto deste ano usava as redes sociais para pedir aos colegas pastores que “não se vendessem para políticos em troca de benefícios pessoais ou pelo rebanho”, parece ter tropeçado no próprio discurso.

“Pastores, pelo amor que vocês têm a Deus, não se vendam para políticos para ter algum benefício, seja para a igreja e muito menos pessoal, nossas armas são justiça e verdade. O Senhor da Igreja vai honrar e a igreja vai prevalecer, não precisamos disso, chega de ser massa de manobra e chacota nesse Estado”.

Isto porque, de acordo com o portal da transparência do Senado Federal, o líder eclesiástico atualmente é nomeado no gabinete de Mailza Gomes (PP) com um generoso salário de R$ 14.339,83.

Ildson atuou fortemente nas redes e foi um dos principais defensores da reabertura das igrejas durante a pandemia de Covid-19 e contra o isolamento social recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

O apóstolo justifica sua contratação por seu currículo e qualidade técnica, no entanto, nas redes sociais do comissionado é possível constatar apenas sua forte atuação política, inclusive com o objetivo de eleger um dos candidatos que disputam a prefeitura de Rio Branco, apoiado por sua empregadora, a senadora Mailza Gomes.

 

Via correio68

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui