Órgãos de cantor que teve morte cerebral após acidente no AC serão doados: ‘Último gesto de amor’

0
200

A tristeza pela perda do filho é profunda, mas saber que parte dele pode salvar vidas fez com que o pai do cantor e radialista Giovanni Accioly, de 33 anos, autorizasse a doação de órgãos do rapaz, que teve a morte cerebral confirmada na noite dessa quarta-feira (4). O professor Raimundo Accioly usou as redes sociais para comunicar a decisão da família aos amigos e parentes.

Giovanni teve traumatismo craniano e estava em estado grave no pronto-socorro de Rio Branco depois de bater o carro que dirigia contra uma carreta estacionada em frente ao antigo hospital da cidade de Tarauacá, no interior do Acre, no último domingo (1). Ele foi transferido para a capital em uma UTI no ar na segunda-feira (2).

“É com imenso pesar que estou fazendo esse vídeo, mas para informar vocês. O Giovanni ontem à noite teve comprovada sua morte encefálica, depois de dois laudos e todas as avaliações médicas. Estamos aqui no pronto-socorro para assinar os protocolos onde vamos doar os órgãos do Giovanni como um último gesto de amor dele, que tanto espalhou amor e alegria por onde passou. Acabamos de assinar os documentos e o Giovanni vai doar órgãos”.

Ao G1, Accioly disse que o corpo do filho deve ser levado para a Fundação Hospitalar do Acre, onde vai ser feito o procedimento para retirada dos órgãos.

“A equipe deve chegar ainda nesta quinta em Rio Branco e eles começam a fazer o procedimento de retirada dos órgãos hoje e amanhã o dia inteiro. Na verdade, vão fazer a avaliação, mas, a princípio, são cinco pessoas que vão ser beneficiadas com essa doação. Umas vão ter a vida salva e outras vão melhorar a qualidade de vida”, disse o pai.

O corpo do cantor deve ser levado para a cidade de Tarauacá no sábado (7) para ser velado e enterrado. A família ainda não sabe dizer o horário do velório e nem onde vai ocorrer.

“A estimativa é levar o Giovanni cedo para Tarauacá no sábado [7] e fazer uma grande despedida para ele lá e o sepultamento. Por conta do nível de comoção na cidade, ainda não sabemos o local onde vai ser feita essa despedida”, concluiu Accioly.

Por Iryá Rodrigues, G1 AC 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui