Greve de caminhoneiros marcada para fevereiro será maior que a de 2018, diz líder

0
97

Uma nova greve nacional dos caminhoneiros está marcada para ocorrer no dia 1° de fevereiro, e já conta com o apoio de 21 estados brasileiros, segundo o presidente da Associação Nacional do Transporte Autônomos do Brasil (ANTB), José Roberto Stringasci, que afirmou ao Money Times a confirmação da paralisação na manhã desta quinta-feira (14).

“A manifestação nacional em 2021 deverá ser maior que a realizada em 2018, já que  o combustível chega a até 60% do valor dos fretes feitos no Brasil“, explicou ao Money Times o presidente da ANTB, que também é integrante do Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC).

Até o momento nenhuma autoridade pública, seja na esfera federal ou estadual, se propôs ir a mesa de negociações com os representantes dos caminheiros, disse Stringasci

O Brasil é o país que tem a maior concentração rodoviária de transporte de cargas e passageiros entre as principais economias mundiais. Cerca de 58% do transporte no país é feito por rodovias, segundo dados do Banco Mundial.

Há quase um mês, o presidente do CNTRC, Plínio Dias, publicou nas redes sociais as pautas defendidas pela categoria na mobilização neste ano.  A principal pauta da greve é política de preços feita Petrobras (PETR3; PETR4).

A paralisação coincide com um momento de alta de casos e mortes pela Covid-19 em todo o país.

O Money Times entrou em contato com a Petrobras e aguarda posicionamento da estatal.

Money Times

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui