Gladson visita a ponte do Madeira e diz que obra é o “segundo Canal do Panamá”

0
138

A mais importante obra da Ponta do Abunã, em Rondônia, a ponte do rio Madeira está pronta para ser entregue. A obra deve ser inaugurada no dia 7 de maio em evento que deve contar com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Nesta quarta-feira (28), a nove dias da inauguração, o governador Gladson Cameli fez uma visita técnica à obra e lembrou que a ponte representa a “ligação entre o Atlântico e o Pacífico”.

Somente a ponte tem 1.517 metros de extensão. Na cabeceira do lado esquerdo do acesso há um aterro de 920 metros e do lado direito há a construção de um elevado de 432 metros e mais um aterro de 1. 400 metros. São 3. 800 metros de obra, segundo o engenheiro Eduardo de Souza Lira, da empresa supervisora da obra.

A ordem de serviço para a construção da ponte foi assinada em 12 de dezembro de 2013 pela então presidente Dilma Rousseff. Em 2014, por causa da cheia histórica do Madeira, houve a necessidade da mudança de projeto de construção do lado direito da cabeceira.

“O segundo Canal do Panamá”, diz Cameli

Ao atravessar a ponte do Madeira dirigindo o veículo oficial do Estado, uma SW4, Cameli falou da sensação de ver a obra pronta, para ele o “segundo Canal do Panamá” que representa a possibilidade de melhoria econômica para Rondônia e Acre.

“Muitas pessoas trabalharam para que essa obra desse certo, políticos do Acre e Rondônia. Eu posso dizer que tenho consciência de uma luta que foi de todos os brasileiros que aqui se dedicaram. Aqui eu digo que é o segundo Canal do Panamá, a união do Pacífico com o Atlântico. E já há um sinal de que as coisas estão mudando a favor do desenvolvimento a partir dessa ponte.”

Tempo de travessia

Em dias normais durante a cheia, a travessia de veículos na balsa do Madeira dura em média uma hora. No verão amazônico a demora é ainda maior por causa dos bancos de areia: chega a quatro, cinco horas.

Pela ponte, além de não ser mais obrigado a pagar para atravessar o rio, o motorista vai gastar no máximo um minuto e meio em média, a 100 quilômetros por hora.

Noticias da Hora

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui