Casal de militares acreanos assumem casamento a três: “nós conseguimos fazer um sexo satisfatório”

0
336

Um casal de sargentos da Polícia Militar do Acre que reside no município de Brasileia, região de fronteira com a Bolívia, assumiu publicamente este ano que decidiu formar um relacionamento a três, conhecido como trisal. Nery, Alda e Darlene são casados atualmente e até criaram um perfil na rede social na noite deste sábado, 16, para falar sobre a nova rotina de vida e tirar dúvidas dos seguidores.

Os sargentos Alda Radine e Nery, que possuem dois filhos, já são bastante conhecidos na internet pela atuação como militares e o apelido de “Casal 190”. Desde o final do ano passado, começaram a publicar fotografias na web com a nova integrante da família, a administradora paraense Darlene Oliveira. O ac24horas tentou conversar com os militares sobre o assunto, mas até a publicação deste material, não deram respostas.

Questionados se sexo a três é bom, disseram: “sexo não é bom até que seja satisfatório para todas as partes, às vezes o sexo a dois não é satisfatório para todos, mas nós conseguimos fazer um sexo satisfatório a três”.

Desde que expuseram o trisal em suas páginas na internet, Alda e Nery demonstram paciência e compreensão ao responderem os questionamentos dos mais de 45 mil seguidores que possuem juntos no Instagram. Alda se descreve bissexual e, segundo o próprio marido comentou em uma publicação, foi ela e Darlene quem começaram a pensar no trisal.

“Isso aqui é um casamento… temos compromisso, lealdade e fidelidade. Não confunda nosso relacionamento com sacanagem…”, escreveu Nery em resposta a uma seguidora que perguntou se Alda e Darlene poderiam ter outro parceiro. “Elas são mulher uma da outra… só a título de esclarecimento. Não são apenas mulheres do Nery, são uma da outra também”, completou.

O militar destaca que a história do trisal começou com Alda e Darlene: “eu é que sou o terceiro por aqui, se alguém aceita algo, esse alguém sou eu”, garantiu. Em outra publicação, Alda afirmou sobre a outra mulher do trisal: “nos parecemos tanto, nossa sintonia é inexplicável”.

A maior parte dos seguidores apoiou o novo relacionamento do Casal 190 e diariamente publicam mensagens de carinho e aceitação, embora o trisal ainda tenha que responder àqueles que se posicionam contra a opção dos três em constituir um casamento.

Sexo, trabalho e “três amores”

Assim que criaram o novo perfil na internet para falar somente sobre curiosidades do trisal, Alda, Nery e Darlene começaram a responder dúvidas dos seguidores. A primeira foi sobre a vida sexual dos três, que responderam juntos: “é maravilhosa”. Eles aproveitaram para dizer que a iniciativa para o trisal partiu da administradora.

Alda e Darlene se conheceram através do Instagram. “Sonhei um ano com essa mulher, eu já queria ela”, brincou a sargento. O trio garante que não acontece nenhum tipo de ciúme na vida sexual do trisal. “Ciúme rola no sexo de gente perturbada, no nosso sexo rola prazer, tesão, orgasmos…”, disse Alda.

A militar revelou que, como não é uma pessoa de mentir, contou ao marido que, após se interessar nas fotografias de Darlene, se a administradora a quisesse, ela também a queria. “E um dia ela teve interesse em mim. E deu certo os três”, disseram.

O trio afirma que, quando um não está junto, os outros dois podem se relacionar sozinhos, sem a presença do terceiro parceiro. Sobre questões familiares, contaram: “Aqui tem três pessoas apaixonadas por suas famílias, por suas mães e seus irmãos. E embora eles não concordem, não [com o trisal], os amamos e vamos continuar amando”, concluíram.

Confira na integra o bate-papo do trisal acreano com seguidores no instagram


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui