Homem mata irmã por causa de dinheiro da aposentadoria dos pais

0
220

Um homem matou a própria irmã, em um crime bárbaro, em Capitão Enéas, no Norte de Minas, na madrugada desta quarta-feira (12/5). O homicídio foi motivado pela disputa de dois cartões de benefícios previdenciários – um do pai e outro da pensão da mãe joa falecida -, no valor total de R$ 2,3 mil mensais. O crime chocou a cidade, de 14,7 mil habitantes.

Conforme informações levantadas pela reportagem junto a fonte de Capitão Enéas, após uma discussão, o suspeito, identificado como Carlos Alberto, de 58 anos, atirou no rosto da própria irmã, Maria Eva, de 60.

Na sequência, com a mulher caída no chão, o homem cortou o pescoço dela com golpes de facão. O suspeito fugiu sem deixar pistas.

Na tarde desta quarta (12), a Polícia Militar fez uma operação à procura do homem na zona rural de Capitão Enéas. Um helicóptero foi acionado para o reforço das buscas.

De acordo com testemunhas, Carlos Alberto era responsável pelo recebimento dos benefícios previdenciários. Mas, há um certo tempo, os irmãos perceberam que ele estava ficando com o dinheiro da aposentadoria e não passando para o pai, que vive em dificuldade.

A vítima Maria Eva, que era aposentada, morava em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Há alguns meses, retornou à Capitão Enéas, sua terra natal, para cuidar do pai.

A mulher entrou com uma ação judicial e conseguiu decisão judicial e conseguiu decisão favorável para que o irmão lhe entregasse os cartões dos benefícios previdenciários.

A Justiça deu prazo até esta quarta-feira (12) para a entrega dos cartões. Mas, na madrugada da mesma data, o suspeito foi até a casa da vítima, no Bairro Santo Antônio, em Capitão Enéas, e matou a irmã.

O corpo da mulher foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Montes Claros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui