Casos graves de Covid-19 lotam UTI de cidades, que voltam a “estado crítico”

0
64

As UTI (Unidades de Terapia Intensiva) do Brasil tiveram aumento vertiginoso nas internações por Covid-19. Cinco cidades já chegaram a “estado crítico”, com mais de 80% de leitos ocupados, e outros 14 municípios superaram 60% de lotação. Em nota técnica, a Fiocruz alertou esperar que “o número de casos novos de Covid-19 ainda atinja níveis muito mais elevados” nas próximas semanas.

Enquanto o presidente Jair Bolsonaro afirma que a variante ômicron era “bem-vinda”, minimizando as consequências na saúde da população (leia aqui), a ocupação dos leitos de UTI voltam a subir pelas novas infecções e assustar a comunidade científica.

O Observatório Covid-19 da Fiocruz, que monitora as taxas de ocupação de hospitais públicos e outros dados sobre o avanço do vírus, emitiu uma nota técnica nesta semana em tom de alerta.

O documento ressalta o aumento do número de contágios por Covid-19, passando de pouco mais de 56 mil para 208.018 novos casos na primeira semana do ano. O instituto também afirma que “este número é muito maior”, em referência à falta de dados e ao apagão do Ministério da Saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui