Juíza é flagrada beijando condenado à prisão perpétua por matar policial; veja vídeo

0
292

Argentina – Uma juíza foi flagrada por uma câmera de segurança enquanto beijava um condenado que ela tentou salvar da prisão perpétua. Mariel Suarez é magistrada da província argentina de Chubut, e foi filmada beijando Cristian ‘Mai’ Bustos na boca, condenado por matar um policial em 2009, durante uma fuga.

Suarez foi a única integrante de um corpo de juízes que não reomendou a aplicação da prisão perpétua durante o julgamento de Cristian, em 22 de dezembro — a gravação foi feita uma semana depois.

Agora ela é alvo de um processo administrativo do Superior Tribunal de Justiça do país, que busca apurar a conduta do momento de intimidade.

Em entrevista à rede de TV El Doce, a juíza afirmou que o contato com o detento foi meramente profissional e tinha como objetivo conhecer “a versão dele da história”, para escrever um livro.

Em nota oficial, o Tribunal Superior de Chubut, onde Suarez trabalha, afirmou:

“A juíza supostamente incorreu em comportamento inadequado. A investigação buscará determinar as circunstâncias do encontro entre a juíza e um interno que é considerado altamente perigoso, e foi recentemente condenado após um julgamento na cidade de Esquel”, afirma a nota.

O comunicado afirma ainda que o processo buscará confirmar se “houve violações da Lei de Ética Pública e das normas internas do Poder Judiciário”.

d24am

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui