Morre aos 95 anos o poeta amazonense Thiago de Mello

0
52

O poeta amazonense Thiago de Mello morreu hoje, aos 95 anos. A informação foi confirmada no Twitter pelo senador Plínio Valério. A causa da morte, no entanto, ainda não foi revelada.

“Hoje é um dia escuro, mas o nosso poeta continuará cantando, agora, acompanhado e anjos e querubins. Seu legado de versos e poesias eternizado nos corações de todos”

                                                                                                   Plínio Valério

Nascido em Porantim do Bom Socorro, no município de Barreirinha, no interior do Amazonas, Thiago foi um dos poetas mais influentes e respeitados do país.

Reconhecido como um ícone da literatura regional, seu poema mais famoso é “Os Estatutos do Homem”. Já a publicação mais recente foi o livro “Acerto de Contas”, de 2015.

Thiago de Mello foi homenageado pela 34º Bienal de São Paulo, em setembro do ano passado. O tema da edição era “Faz escuro mas eu canto”, verso escrito pelo poeta em “Madrugada Camponesa”, de 1965.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui