Gasolina sobe pela 2ª semana consecutiva e registra um novo recorde, aponta ANP

Entre 17 e 23 de abril, a agência constatou que o preço médio do litro ficou em R$ 7,270, uma alta de 0,70% na comparação com a semana anterior.

0
26

O preço da gasolina no Brasil subiu pela segunda semana consecutiva e bateu um novo recorde nos postos, de acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis.

Entre 17 e 23 de abril, a ANP constatou que o preço médio do litro ficou em 7,270 reais, uma alta de 0,70% na comparação com a semana anterior.

Trata-se do maior valor nominal desde que a ANP iniciou os levantamentos semanais, em 2004. O preço mais alto verificado pela agência é de 8,599 por litro. O menor, de 6,190 reais.

Os combustíveis estão entre os principais vilões da galopante inflação no País. O IPCA-15, considerado uma prévia da inflação oficial, chegou a 1,73% em abril, após marcar 0,95% em março.  Os dados, divulgados pelo IBGE nesta quarta-feira 27, mostram novos recordes. A taxa é a maior para o mês desde 1995 e teve uma variação mensal que não era vista desde fevereiro de 2003.

O alto preço da gasolina foi o principal fator para o aumento da inflação, respondendo por 0,48 ponto percentual.  Os outros combustíveis também subiram, elevando o preço dos transportes para 3,43% na prévia do mês.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui