Com o rei na barriga: Há muito tempo, prefeito Mazinho Serafim “casa e batiza” e nada acontece

O que preocupa muita gente é que essa falta de punição para o prefeito diante de tudo o que foi elencado possa gerar algo de mais grave futuramente com o acirramento político.

0
131

O prefeito reeleito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (UB), parece não ter limites em suas desastrosas ações. Há muito tempo, investido no cargo de prefeito, ele vem praticando barracos, afrontando a lei e até agora essa mesma lei que pune tantas pessoas ainda não se aplicou efetivamente a ele.

Na manhã desta quarta-feira (25), Mazinho travou uma forte discussão, dentro da Assembleia Legislativa, com o deputado estadual Gehlen Diniz (PP). Mas, como foi dito inicialmente não é de hoje que o prefeito se arvora contra seus desafetos políticos.

Em 2016, antes de assumir o cargo, ele invadiu o Studio da Rádio Dimensão FM e disse poucas e boas para o então prefeito Mano Rufino além de agredir o radialista Sorriso Show. Depois, encurralou em frente à Câmara Municipal o vereador Josandro Cavalcante que, por sua vez, foi agredido fisicamente por seu segurança. Em outro momento, invadiu o Studio da Rádio Difusora e bateu boca ao vivo com o vereador Canário. Também se confrontou com os moradores que fecharam uma Rua próximo à feira Nova. Nesse dia, quase foi agredido à ripadas.

Em uma madrugada, por ocasião da Exposena, se indispos com policiais militares do álcool zero e impediu que a fiscalização do trânsito continuasse.

Por várias vezes, durante programa na Rádio Dimensão FM, do seu aliado político Aldejane, esculhambou o governador Gladson Cameli.

Além disso, durante evento na Ufac, lançamento do cartão do bem (Governo do Estado), chamou o radialista Edinaldo Gomes e o vereador Jacamin de vagabundos. Ou seja, uma série de atitudes que destoam da função que o mesmo exerce.

A pergunta que muitas pessoas fazem: Por que, do ponto de vista da lei, nada aconteceu até agora com Mazinho Serafim? Suas ações passam a léguas da democracia já que o mesmo não aceita crítica. Para ele, só tem valor quem o apoia.

Sena Madureira jamais tinha vivido tempos como este em que o prefeito da cidade se comporta como se fosse o dono. Agora mais do que nunca ficou provado que nem todos se curvam diante de Mazinho. O deputado Gehlen Diniz é prova disso assim como alguns vereadores da cidade, principalmente o vereador Jacamin, presidente da Câmara.

O que preocupa muita gente é que essa falta de punição para o prefeito diante de tudo o que foi elencado possa gerar algo de mais grave futuramente com o acirramento político.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui