Daniel Zen denuncia descaso e omissão no serviço de pediatra do Acre

O deputado Daniel Zen, na tribuna da ALEAC, destacou os problemas constatados no serviço de pediatria no Pronto Socorro de Rio Branco.

0
96

O deputado Daniel Zen (PT-AC) destacou, na tribuna da ALEAC, em sessão desta terça-feira (14), os problemas constatados no serviço de pediatria, durante vistoria ao Pronto Socorro de Rio Branco, realizada por deputados no último domingo (12).

“Não bastasse o vergonhoso índice de feminicídios do Acre, nos deparamos agora com outro tipo de violência. É a violência decorrente do descaso, da negligência, da omissão e da incompetência em conseguir planejar e executar uma política de atendimento em Saúde que, minimamente, dê conta da demanda. Estou falando da situação do serviço pediátrico em nosso Estado”, iniciou o deputado.

O parlamentar de oposição ao governo bolsonarista de Gladson Cameli (PP) prosseguiu em seu discurso: “Já se sabe que, nessa época do ano, período da estiagem, os problemas respiratórios em crianças aumenta bastante. Nossas crianças de 0 a 3 anos, nascidas durante o isolamento da Pandemia de Covid-19, estão com suas imunidades mais baixas. Sabedores disso, as autoridades da SESACRE deveriam, no mínimo, reforçar as escalas dos plantões médicos e reforçar a compra dos medicamentos básicos para atendimento em crianças acometidas de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).”

Zen lembrou ainda dos 9 óbitos de crianças acometidas com SRAG, ocorridos nos últimos 30 dias: “A situação que vimos, Eu e os deputados Jonas, Neném, Edvaldo e Jenilson, em visita ao Pronto Socorro, na manhã deste último domingo, foi de cortar o coração. Os profissionais se desdobrando para prestar o melhor atendimento possível, mas, sofrendo, junto com os pacientes e seus familiares, com os poucos leitos, com uma escala de trabalho insuficiente e com a falta de medicamentos e insumos básicos. Não havia dipirona, dimenidrinato (o popular Dramin), salbutamol (o popular Aerolin) e nem sulfato de magnésio, todos medicamentos básicos essenciais para intervenções em pacientes infantis com SRAG.”

O deputado oposicionista salientou que não está havendo escala de pediatria nas UPAs, fato que está congestionando o atendimento pediátrico no Hospital da Criança e no PS/HUERB: “Sem uma classificação de risco adequada, as situações ambulatoriais acabam se misturando com as situações de urgência e emergência e aí não precisa nem ser da área de Saúde pra saber o caos que resulta dessa situação.”

Por fim, o Líder do PT na ALEAC mandou um recado duro para o Chefe do Poder Executivo Estadual: “Governador Gladson Cameli: quando o senhor retornar de seu passeio à Suíça – para onde o senhor deve ter ido para esquiar ou, quem sabe, para abrir uma conta em algum banco suíço – dê uma passadinha lá no PS/HUERB. Pode ser que, ao ver o problema pessoalmente, Vossa Excelência se sensibilize e adote as medidas cabíveis para resolver a situação.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui