De acordo com saúde, Acre notificou mais de 13,3 mil casos de diarreia em quase seis meses

0
49
Foto: ASSIS LIMA

Mais de 13,3 mil casos de diarreia foram notificados no Acre entre janeiro e junho deste ano. Os dados são do Núcleo das Doenças de Transmissão Hídrica e Alimentar (NDTHA) da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) e são da semana epidemiológica (SE) 24, até o dia 18 de junho.

As informações foram divulgadas pelo núcleo nessa quinta-feira (23). Conforme o levantamento, cinco cidades estão acima do limite superior de casos, que utiliza dados da série histórica dos últimos dez anos.

“Do ano passado para cá foram reativados alguns serviços da vigilância da água. Existe um setor dentro da Vigilância de Saúde chamado de Vigiágua e os municípios mandam essa coleta de água para o Lacen fazer a análise para a gente entender se aquela água não está boa para consumo humano”, explicou Débora dos Santos Gonçalves, chefe do núcleo.

Cidades que mais apresentaram notificações de diarreia até o dia 18 de junho  — Foto: Reprodução

Cidades que mais apresentaram notificações de diarreia até o dia 18 de junho — Foto: Reprodução

Aumento

O levantamento mostrou também que houve um aumento nas notificações entre o ano passado e este ano. Em 2021, o número de notificações até a semana epidemiológica 24 era de 9.046 e no mesmo período deste ano já são 13.378.

O aumento em um ano foi de mais de 4,3 mil casos notificados.

As cidades que estão acima do limite de casos são:

  • Acrelândia
  • Manoel Urbano
  • Sena Madureira
  • Senador Guiomard
  • Tarauacá

 

Do total de casos notificados este ano, o estudo aponta que 1.278 casos foram em crianças de 1 ano, 3.702 em crianças de 1 ano a 4 anos, 1.562 em crianças de 5 a 9 anos e em crianças de 10 anos .6775.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui