Acusado de matar a namorada com tiro no pescoço é condenado a mais de 18 anos de prisão no Acre

0
54

Romário Barreto Lima, de 28 anos, foi condenado nessa quinta-feira (18) a 28 anos e nove meses de prisão em regime fechado pela morte da namorada, a adolescente Eloiza Cabral da Silva, de 14 anos. Julgamento ocorreu na 2ª Vara do Tribunal do Júri, em Rio Branco.

Eloiza foi morta com um tiro no pescoço em novembro de 2021. Ela foi encontrada morta com um tiro na região do pescoço no dia 4 de novembro dentro de casa, na Rua Surubim, invasão do Panorama, em Rio Branco. Em dezembro, Lima foi preso na cidade de Sena Madureira, no interior do Acre, pouco mais de um mês depois do crime.

Por ser tratar de uma menor, o processo corre em segredo de justiça. A informação da condenação foi confirmada pela assessoria de comunicação do Tribunal de Justiça do Acre. O g1 não conseguiu contato com a defesa de Lima.

Um dia depois do fato, o acusado se apresentou na delegacia de Sena Madureira. O delegado Leonardo Meyohas Neves, que foi quem ouviu o homem, disse que ele confessou o crime e afirmou que foi sem intenção de matar a adolescente.

“Ele se apresentou alegando que o homicídio foi culposo, que ele não teve a intenção, que foi um acidente. Como não havia mandado de prisão, tive que liberar, depois de fazer a oitiva dele, registrei a ocorrência e enviei para a DHPP [Delegacia de Homicídios de Proteção à Pessoa], para eles continuarem as investigações”, falou.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui