É falso que Lula disse que o agronegócio deve ser “eliminado da Terra”

No artigo, o jornalista analisa a relação entre Lula e o MST e faz projeções sobre as políticas direcionadas ao agronegócio em um possível novo governo petista.

0
28

Por AFP Brasil

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não disse que o agronegócio deve ser “eliminado da Terra”, ao contrário do que asseguram publicações que somam mais de 100 mil interações nas redes sociais desde 2 de agosto de 2022. As postagens são embasadas no título de um artigo de opinião, mas, no corpo do texto, a fala não é atribuída ao pré-candidato nas eleições de outubro e sim a lideranças do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Ao longo dos anos, Lula deu declarações que vão no sentido contrário do alegado nas redes.

“Agronegócio deve ser eliminado da terra, diz Lula e MST”, asseguram as publicações que circulam no Twitter (1, 2, 3), Instagram (1, 2), Facebook (1, 2), e Telegram.

O conteúdo, que também foi enviado ao WhatsApp do AFP Checamos, é acompanhado por capturas de tela ou pelo link de um texto publicado no portal Compre Rural com o mesmo título.

Captura de tela feita em 5 de agosto de 2022, de publicação no Facebook
A partir dos créditos ao final da matéria, é possível perceber que o texto foi retirado de um artigo de opinião do jornalista J.R Guzzo publicado na Gazeta do Povo, em 1º de agosto. O texto original possui, contudo, outro título, que não atribui a Lula a frase viralizada: “O que Lula fará ao agronegócio brasileiro, a pedido do MST”.

No artigo, o jornalista analisa a relação entre Lula e o MST e faz projeções sobre as políticas direcionadas ao agronegócio em um possível novo governo petista. Em momento algum o jornalista afirma que Lula teria dito que o agronegócio deve ser “eliminado da Terra”.

A única menção a essa expressão aparece, na verdade, na seguinte passagem: “O MST diz em seus discursos que a soja é uma ‘inimiga do Brasil’. Todo o agronegócio, segundo afirmam os seus chefes, é um ‘modelo de poder’ que tem de ser eliminado da face da Terra. […] É essa gente que Lula promete levar para dentro do Palácio do Planalto. É com eles que quer governar o Brasil. É esse o futuro que está preparando”. Não é informado, no entanto, em qual data ou local teriam ocorrido essas supostas declarações do MST.

Lula, de fato, manifesta publicamente apoio às pautas do MST, mas, em suas aparições públicas, têm adotado uma postura diferente da alegada nas publicações.

Neste ano, por exemplo, o ex-presidente tem buscado se aproximar de representantes do setor em agendas públicas. Em maio, declarou que pretende investir no pequeno produtor e no agronegócio. O mesmo ocorreu em 2009, quando defendeu publicamente o setor.

A AFP não encontrou qualquer registro do candidato afirmando pretender “eliminar o agronegócio”. Em 4 de agosto de 2022, sua equipe de comunicação publicou uma nota negando a alegação viralizada.

O mesmo conteúdo foi checado pelos sites Boatos.org, Aos Fatos e Reuters.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui