Em Marabá homem mata mulher a facadas e escreve pedido de perdão com sangue dela

0
56

Uma mulher é vítima de violência a cada 5 horas e ao menos um feminicídio é registrado por dia no Brasil, segundo a Rede de Observatórios da Segurança, uma iniciativa que monitora a criminalidade no Brasil.

E mais uma vítima entrou para esta triste estatística em Marabá, sudeste do estado. Ela foi assassinada a facadas pelo próprio companheiro na residência do casal, no Residencial Magalhães II, Lote 15, Casa 111, no Núcleo São Félix.

Os corpos foram encontrados no início da tarde. A vítima foi identificada como Karine Conceição Silva, 26 anos. Ela estava deitada na cama. Após o crime, o marido dela, Rivaldo Borges Valadares, de 24, tirou a própria vida.

Segundo levantamentos da polícia, Rivaldo matou Karine com quatro facadas no peito e em seguida se enforcou na sala da residência. Ele apresentava também perfuração no peito.

Segunda a perícia, as mortes ocorreram por volta das 21h deste domingo, pois os corpos já estavam com rigidez cadavérica.

Carta

A equipe de investigação encontrou na casa uma carta que Rivaldo escreveu antes de cometer o assassinato pedindo perdão aos familiares. Além disso, na parede do quarto ele escreveu com sangue da vítima: “Me perdoa”. A arma utilizada no crime também foi encontrada no local.

De acordo com vizinhos, constantemente o casal brigava, mas logo em seguida fazia as pazes. Rivaldo Borges trabalhava numa serralheria na Folha 28, na Nova Marabá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui