Prefeitura de Rio Branco decreta Busca Ativa Escolar como política pública no município

0
31

A prefeitura de Rio Branco segue dedicada, não apenas em garantir a educação para as crianças do município, mas também em mantê-las em sala de aula. Para isso, a Busca Ativa Escolar é uma aliada imprescindível. A intenção é apoiar os governos na identificação, registro, controle e acompanhamento dessas crianças, que estão fora da escola, ou em risco de evasão.

Por isso, desde essa segunda-feira (22), entrou em vigor o decreto da prefeitura que institui a Busca Ativa Escolar no município. A coordenadora do programa, Neyvanara Ferreira, contou que o retorno dos alunos para a sala de aula é um compromisso da gestão.

“O prefeito Tião Bocalom fez a readesão, não obrigatória, ao programa UNICEF, deixando claro que ele, prontamente, abraçou a causa do município para garantir o direito da criança em estudar”, explicou.

A coordenadora explicou ainda que só no ano de 2021 houve 300 visitas domiciliares, e delas 128 crianças retornaram para a escola. Já neste ano, das 261 visitas, 137 retornaram para a sala de aula, 84 foram transferidas para outros municípios e 40 seguem ausentes, onde a Busca Ativa está à procura.

“Chegamos na abordagem familiar através dos relatos da escola. Ela realiza uma filtragem da situação, onde muitas vivem em extrema vulnerabilidade social e desestruturação familiar. A gente quer muito abordar, de uma forma afetiva, para saber o motivo”, finalizou Neyvanara.

Por meio da Busca Ativa Escolar, os municípios têm dados concretos que possibilitarão planejar políticas públicas que vão contribuir para a garantia de direitos de meninas e meninos.

A gerente do Departamento de Gestão da Rede Escolar, Gervânia Mota, reforçou a importância do projeto, pois a Busca Ativa Escolar subsidia às famílias, não só em coibir o risco de evasão, mas, também, de subsidiar as vulnerabilidades sociais por meio das parcerias com as secretarias e órgãos envolvidos. Ela também aproveitou para parabenizar a iniciativa do prefeito Tião Bocalom.

“Esse trabalho chegou sensibilizando o nosso prefeito, que transformou esse grande desafio em política pública, que coíbe o risco de evasão escolar no município de Rio Branco”, disse.

O diretor da Escola Municipal de Ensino Fundamental Chico Mendes, Hélio da Silva, enfatizou a importância desse programa, que está atuando diretamente nas escolas.

“A Busca Ativa foi de fundamental importância, porque tivemos essa parceria onde, após tentar o contato por celular, fomos até as residências para, através do diálogo, ver os motivos para saber qual metodologia poderia fazer para estar ajudando as famílias nesse momento, e deu muito certo”, explicou.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui