Bocalom inicia programa de distribuição de calcário para áreas rurais no entorno de Rio Branco

0
35

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocslom (PP), entregou, nesta quinta-feira (27), para produtores do Polo Benfica, situado às margens do rio Acre, no Segundo Distrito da cidade, os primeiros quilos de calcário no lançamento de um ousado programa de correção de solo no entorno do cinturão rural da Capital. O projeto é executado pela Secretaria Muniicipal de Agricultura (seagro) e de acordo com o secretário Eracildes Caetano, a administração de Bocalom adquiriu pelo menos 3 mil toneladas do produto, a um custo de mais de R$ 2,4 milhões, para a distribuição gratuita aos produtores interessados. O vereador Francisco Piaba (União) participou da solenidade das primeiras entregas do poduto.

Quando concluído, o projeto deve beneficiar entre 500 a 700 hectares de pelo menos duas mil pequenas propriedades no entorno de Rio Branco. Na solenidade de entrega dos primeiros beneficiados, o prefeito Tião Bocalom disse que a atividade é parte de um projeto de incentivo à produtores de grãos como arroz, feijão e milho. Paraleolo à correção do solo, a Prefeitura também vai distribuir 150 m,il mudas de café e incentivar a produção de mandioca nas propriedades, coma distribuição de adubo.

“Vamos fazer em Rio Branco o que um dia fizemos em Acrelândia, quando eu fui prefeito la´. Nesta área da agricultura, quando o Estado não puder fazer, nos vamos fazer”, disse Tião Bocalom. “Como a Prefeitura de Rio Branco dispõe de recursos em maior 1quaqntia que a Prefeitura de Acrelândia, vamos poder fazer um projeto bem mais amplo do que fizemos lá no município”, disse. Boclaom foi prefeito de Acrelândia em três mandatos.

“A terra, aqui nas margens do rio, parece fraca, muito ácida. Com este programa da Prefeitura, aumenta a nossa esperança de produzir melhor, porque a gente vive do que produzimos, nesta terra”, disse Antônio Carlos Silva, um dos produtores beneficiados. “As terras aqui realmente têm muita acidez e o calcário vai corrigir essa deficiência. Nossa esperança é que com essa correção, a produção dessas áreas seja dobrada”, afirmou o secretário Eracildes Caetano.

O calcário está endo distribuída para áreas cujos proprietários fizeram a mecanização do solo. “Eu só espero que este programa seja ampliado e permanente porque tudo o que nós precisamos é disso”, disse o produtor Luiz Carlos Figueiredo da Silva, de 79 anos, conhecido como Luzinho, do Ramal do Canil. “Nós os produtores temos muito à agradecer ao prefeito Tião Bocalom porque eu estou há 33 anos trabalhando na minha área e nunca tivemos um projeto público que olhasse para nós, produtores”, acrescentou

O vereador Francisco Piaba disse que, na Câmara Municipal, tem batido muito na tecla da necessidade de investimentos nos etor produtivo, o que está acontecendo sob a administração e Tião Boclaom. “Com isso, ganha todo mundo, o podutyor, consumidor e o poder público. O prefeito está de parabéns por mais esata demonstraçãode preocupação com o setor produtivo do município”, afirmou o vereador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui