Veja fotos do ex-deputado Roberto Jefferson na prisão

0
50

O ex-deputado Roberto Jefferson deu entrada na Cadeia Pública Pedrolino Werling de Oliveira, conhecida como Bangu 8, no Complexo de Gericinó, no Rio de Janeiro, na 2ª feira (24.out.2022). Ele foi preso após atacar a tiros e granadas uma equipe de Policiais Federais no domingo (23.out) em Comendador Levy Gasparian, cidade de 8.576 habitantes que fica a 140 Km da capital fluminense. Os agentes cumpriam um mandado de prisão contra Jefferson. A ordem partiu do ministro do STF Alexandre de Moraes.

Jefferson se entregou por volta das 19h do domingo (23.out), depois de nova decisão de Moraes (leia a íntegra –151 KB) determinando o cumprimento da ordem de prisão “independentemente do horário”. O ex-deputado havia resistido à prisão na manhã, atirou e jogou granadas de efeito moral contra policiais. O ataque deixou 2 agentes feridos.

Veja fotos de Roberto Jefferson tiradas quando o ex-deputado deu entrada na cadeia:

CASO ROBERTO JEFFERSON

Entenda em tópicos como o ex-deputado voltou a ser preso e as reações na política:

  • Jefferson ataca Cármen Lúcia – ex-deputado xinga ministra do STF em 21.out.2022 por “censurar” a emissora Jovem Pan, mas erra referência; o episódio a que ele deveria se referir havia sido a decisão de Cármen de barrar divulgação de documentário enquanto criticava a censura;
  • Moraes e Weber reagem – o presidente do TSE fala em agressão covarde, enquanto a presidente do STF diz que o vídeo de Jefferson é a “expressão da mais repulsiva misoginia;
  • mandado de prisão – Moraes determina que Jefferson seja preso (íntegra do pedido – 191 KB), mas o ex-deputado, que mora em Comendador Levy Gasparian, no RJ, resiste e afirma que atirou contra 4 agentes da Polícia Federal;
  • vídeos de Jefferson – em seu perfil nas redes sociais, a filha de Jefferson, Cristiane Brasil, publica vídeos do pai; neles (assista aqui e aqui), ele relata ter efetuado disparos no carro da PF;
  • Cristiane Brasil – os perfis das redes sociais da filha de Jefferson são bloqueados;
  • Bolsonaro reage – presidente condena xingamentos do ex-deputado contra a ministra Cármen Lúcia a “ação armada” contra os agentes da PF;
  • Lula reage – diz que a atitude de Jefferson não é normal e se solidariza com os 2 agentes feridos;
  • agentes feridos da PF – em nota, a corporação afirma que os policiais foram feridos por “estilhaços de granada de efeito moral” lançada por Jefferson, mas que os 2 foram atendidos e liberados (veja aqui como ficou o carro da PF);
  • ex-deputado detalha ataque – em vídeo que circula nas redes, Jefferson conversa com policial e diz que jogou duas granadas de efeito moral nos agentes. Ele relata que um agente da PF atirou primeiro. O vídeo foi gravado dentro da casa do ex-congressista e conta com a presença do Padre Kelmon;
  • ministro a caminho do RJ – Anderson Torres, ministro da Justiça, vai para o RJ por determinação de Bolsonaro; em seu perfil nas redes sociais, ele afirma que o ministério está empenhado em “apaziguar a crise”;
  • fotos com Jefferson? – Bolsonaro tenta se distanciar do ex-deputado e diz não ter fotos com ele, mas há registros de pelo menos 4 encontros com os 2 no Palácio do Planalto;
  • alerta no QG de Bolsonaro – sabendo do impacto negativo, a campanha corre para tentar conter os danos do ataque aos agentes da PF;
  • Arthur Lira reage – aliado do governo Bolsonaro, presidente da Câmara afirma que o ataque contra agentes da PF é o pico do absurdo;
  • classe política repudia Jefferson – nomes alinhados ao atual governo e da oposição condenam o ataque do ex-deputado;
  • Padre Kelmon na área – linha auxiliar de Bolsonaro nos debates, candidato derrotado do PTB à Presidência visita Jefferson e entrega armas do ex-deputado para a PF (assista aqui);
  • novo mandado de prisão – Moraes determina que prisão de Jefferson seja efetuada “independentemente do horário” e que qualquer intervenção para “retardar” o mandado será considerada delito de prevaricação (íntegra do pedido – 151 KB);
  • Jefferson se entrega à PF – momentos após o novo mandado de Moraes ser divulgado, o ex-deputado é levado pelos agentes;
  • bandido! – quase que imediatamente após Jefferson se entregar, Bolsonaro divulga vídeo (assista aqui) e afirma que o ex-deputado agiu como um bandido;
  • Lula reage 2 – em entrevista a um podcast, o ex-presidente afirma que Roberto Jefferson é cabo eleitoral e sócio do atual chefe do Executivo;
  • Bolsonaro reage 2 – em entrevista à RecordTV, Bolsonaro diz que não passou pano para Jefferson e tenta associar o ex-deputado a Lula ao citar o Mensalão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui