Nova variante chega a estado vizinho e infectologista no Acre faz alerta

0
55

Uma nova subvariante, chamada de Ômicron BQ.1, foi identificada em três estados brasileiros, sendo eles Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Amazonas, este último vizinho do Acre. Com essa identificação, acende um alerta sobre uma nova onda de Covid-19 no Brasil.

No Acre, o infectologista Guilherme Pulicci explica que existe a possibilidade da subvariante chegar ao Acre ou até mesmo que já esteja circulando no Estado. “Não há notícias que ela seja mais grave do que as variantes anteriores, pelo contrário. Só há notícias de que ela escapa com mais facilidade dos imunizantes que tem disponibilidade”, explica.

O especialista recomenda ainda com relação aos cuidados, o uso de máscara para pessoas com sintomas respiratórios ou que tiveram contato com casos suspeitos, além de manter a vacinação em dia. “O que a gente observa até agora é que as pessoas contaminadas que contraíram a doença em outros estados não tiveram manifestações graves, então nós acreditamos que seja isso seja assim relacionado à imunização”, afirma.

Subvariante Ômicron BQ.1

A mutação sofrida pela nova sublinhagem, que é uma ramificação da cepa BA.5, aumentaram o poder de escape da resposta imunológica. Com essa característica, a subvariante se tornou mais transmissível, mesmo entre pessoas vacinadas, mas a letalidade não é alta. Portanto, a maioria dos casos são leves e moderados, e as taxas de hospitalização e óbitos permanecem controladas, principalmente entre os vacinados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui