Ligue-se a nós

POLITICA

MPF vai entrar com ação para impedir diplomação de eleitos

Publicado

no

Os candidatos eleitos pelo PRB Doutora Juliana, reeleita deputada estadual e o vereador Manuel Marcus, que conseguiu uma cadeira de deputado federal, vão responder a três processos eleitorais. Um deles por compra de votos, onde vários eleitores foram ouvidos pela Policia Federal e confirmaram que receberam dinheiro para fazer o voto casado para os candidatos do PRB.

O Ministério Público Federal vai ingressar com as três ações nessa sexta-feira, juntamente com um pedido de liminar para impedir que Doutora Juliana e o vereador por Rio Branco Manuel Marcus, sejam diplomados no próximo dia 19 de dezembro.

Segundo o Procurador Federal de Justiça Vitor Hugo Caldeira, os três processos são por crimes eleitorais, onde dois deles são acusações de irregularidades no financiamento de campanha quando podem ter desviados R$ 1,5 milhão do fundo partidário para investir na campanha através de uma empresa de fachada, que pagava por serviços que não existiram.

O terceiro processo é por compra de votos, onde um inquérito da PF aponta várias testemunhas que receberam santinho e dinheiro para votar nos dois candidatos.

Dependendo o resultado do julgamento doutora Juliana e Manuel Marcos podem ter os votos anulados, isso mudaria a configuração dos candidatos eleitos, pois obrigaria o Tribunal Regional Eleitoral e refazer a contagem dos votos ou assumiriam os suplentes do partido ou coligação, disse o Procurador Vitor Hugo Caldeira. “A lei eleitoral e jurisprudência divergem sobre o tema, vamos esperar o trâmite dos processos para saber quem fica com essas vagas, caso eles seja condenados”, explicou.

O Ministério público quer pedir que os candidatos eleitos tomem em janeiro. Segundo o procurador isso poderia atrapalhar por causa de foro privilegiado.

Além da Doutora Juliana, os filhos dela: Diego Rodrigues, diretor do Procon e Iargo Rodrigues foram presos. Também foi preso Thaisson Maciel, que era o responsável pela empresa montada para desviar o dinheiro do fundo partidário.

Jornal A Tribuna 13/12/2018

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLITICA

Gladson Cameli nomeia Tchê como secretário e outros comissionados nesta quinta

Publicado

no

Por

O governador Gladson Cameli nomeou nesta quinta-feira (2), Luis Tchê para o cargo de Secretário de Estado de Produção e Agronegócio (Seprod), além de outros cargos comissionados, na edição desta quinta-feira do Diário Oficial do Estado (DOE).

Entre os nomeados estão Mirla Moraes Miranda Mariano para exercer o cargo de diretora operacional na Fundação de Tecnologia do Estado do Acre (Funtac) e Lucas Pualmier Cosme Guerra para o cargo de Defensor Público do Estado do Acre.

Veja outras nomeações:

nomeações 2 de fevereiro

Por ContilNet

Continuar Lendo

POLITICA

Governador Gladson Cameli fará leitura da Carta Governamental na Aleac nesta quinta-feira

Publicado

no

Por

A abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) será realizada na sessão desta quinta-feira, 1. Na ocasião, o governador Gladson Cameli (PP) fará a leitura da Carta Governamental aos novos parlamentares.

Apesar da assessoria ter confirmando, anteriormente, a sua presença na posse dos deputados estadual, o governador não compareceu à cerimônia, nessa quarta. Em Brasília, quem representou o governo do Estado foi a vice Mailza Gomes (PP).

A posse dos deputados foi realizada nesta quarta-feira, 1, quando também foi realizada a eleição da Mesa Diretora, para o biênio 2023-2024 – composta por Luiz Gonzaga (PSDB) como presidente da Aleac, e o ex-presidente Nicolau Júnior (PP) como primeiro-secretário. A vice-presidência do Legislativo Estadual ficou com o ex-líder do governo, o deputado reeleito Pedro Longo (PDT).

Compõe também a mesa diretora os deputados: Chico Viga – 2º secretário; Maria Antônia (PP) – 2ª vice-presidente; 3ª secretária – deputada Antônia Sales (MDB); 3º vice-presidente – deputado Eduardo Ribeiro (PSD); 4º secretário – deputado Gene Diniz (Republicanos) e 5º secretário – Afonso Fernandes (PL).

por Maria Meirelles/Agazeta do Acre

 

Continuar Lendo

POLITICA

Em Epitaciolândia homem é morto a tiros enquanto aguardava esposa em frente de casa

Publicado

no

Por

O marceneiro Eliton Siqueira Martins, de 33 anos, foi executado com diversos tiros na manhã desta quarta-feira (1º) enquanto aguardava a esposa em frente de casa, no bairro José Hassem, em Epitaciolândia, interior do Acre. A vítima estava dentro do carro e foi atingida com, pelo menos, sete tiros.

Inicialmente, a Polícia Civil não acredita que o crime tenha relação com disputa de território entre as facções criminosas. O delegado que investiga o caso, Luiz Tonini, explicou que a vítima não tinha envolvimento com o crime organizado.

A principal linha de investigação para a polícia é crime passional. “Ele tinha uma marcenaria, não tinha envolvimento com facção, mas a gente não exclui. A princípio, pode ter relação com crime passional por causa de uma pessoa que ele se relacionava. Estão aparecendo outras informações aí e a gente está verificando”, afirmou.

Ainda segundo Tonini, antes do crime, Eliton Martins tinha atendido uma pessoa na porta de casa e foi para o carro esperar a esposa que iria trabalhar. Dois homens em uma motocicleta chegaram e um deles atirou várias vezes contra o marceneiro.

“Ela [esposa da vítima] disse que ele buzinou e ela falou que estava indo. Nisso, apareceram alguns caras em um moto e começaram a disparar contra ele. Foi executado dentro do carro. Tentei pegar informações, mas, infelizmente, ali é um local difícil, havia apenas uma pessoa na rua, esses dois sujeitos na moto praticamente ninguém viu. A área é muito restrita e está dificultando um pouco”, lamentou.

Por G1/Ac

Continuar Lendo

Trending