25 junho 2024

Juiz de Curitiba decide manter bloqueio de bens de Lula

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

O juiz titular da 13ª Vara Federal de Curitiba, Luiz Antônio Bonat, decidiu manter o bloqueio de bens do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva e determinou o envio da investigação de supostas irregularidades na compra de um terreno para a construção do instituto ao Distrito Federal.

Quatro ações penais relacionadas a Lula devem ser enviadas à Brasília: dos casos do triplex, o do sítio de Atibaia, o do Instituto Lula e o de doações para o mesmo instituto. Segundo Bonat, os bloqueios foram mantidos porque não foram praticados “no bojo” de cada uma dessas ações.

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), anulou, no dia 8 de março, todos os processos contra o ex-presidente na Justiça Federal do Paraná relacionados às investigações da Operação Lava Jato. No documento, ele declarou a incompetência da 13ª Vara Federal de Curitiba para julgar quatro processos que envolvem Lula.

Veja Mais