25 fevereiro 2024

PF incinera uma tonelada de drogas apreendida em menos de 1 ano no Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

Resultado de seguidas apreensões em diversas operações em todo o Estado, a Polícia Federal incinerou, na manhã desta quarta-feira (26), em Rio Branco, pelo menos uma tonelada de entorpecentes. A quantia é o resultado de apreensões ocorridas no período de maio a outubro de 2022.

 

 

Resultado de seguidas apreensões em diversas operações em todo o Estado, a Polícia Federal incinerou, na manhã desta quarta-feira (26), em Rio Branco, pelo menos uma tonelada de entorpecentes. A quantia é o resultado de apreensões ocorridas no período de maio a outubro de 2022.

A incineração contou com a participação de  policiais federais da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) e do Grupo de Pronta Intervenção (GPI) da Superintendência Regional de Polícia Federal no Estado do Acre.

A destruição das drogas foi coordenada pela Polícia Federal, com a participação de autoridades representando o Poder Judiciário, o Ministério Público Estadual, o Ministério Público Federal e a Vigilância Sanitária do Acre. As drogas são provenientes de diversas apreensões realizadas pela PF, PRF, em virtude de prisões em flagrante delito, assim como em decorrência de operações policiais no âmbito de investigações de repressão ao tráfico de drogas e de combate à facções criminosas conduzidas pela Polícia Federal.

Muito embora as apreensões de drogas ocasionem relevante prejuízo aos traficantes, a Polícia Federal tem como diretriz nacional descapitalizar as organizações criminosas voltadas à prática do crime de tráfico de drogas, com o objetivo de desarticula-las financeiramente, expropriando delas todo o patrimônio, bens e valores acumulados com o lucro das atividades ilícitas.

Importantes investigações da Polícia Federal revelam que a efetividade da persecução penal está na aniquilação financeira da criminalidade organizada, o que frustra a sua reestruturação.

 

Veja Mais