28 fevereiro 2024

Concurso INSS: ministra afirma que novos editais serão discutidos

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

A necessidade de um novo concurso INSS, ou até mesmo novos, começa a ganhar espaço entre os ministros da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (pasta responsável pelo aval de editais federais), Esther Dweck, e da Previdência Social, Carlos Lupi.

Em comemoração aos 100 anos da Previdência Social, celebrados na última terça-feira, 24, o Ministério da Previdência Social organizou uma solenidade para lembrar a data, realizada na sede da pasta em Brasília, no Distrito Federal.

Durante o encontro, a ministra Esther Dweck afirmou que será discutida a realização de novos concursos públicos para a Previdência, a pedido do ministro Carlos Lupi.

“Percebemos que o momento agora é de resgate e a própria recriação do Ministério da Previdência demonstra a importância que é dada a essa grande instituição”, completou.

A fala da ministra ocorre poucos dias após o titular da Previdência anunciar, durante reunião com a presidência da Associação Nacional dos Servidores Públicos da Previdência e da Seguridade Social (Anasps), a convocação de até 4 mil aprovados no concurso INSS.

O concurso para o Instituto Nacional do Seguro Social, que está em andamento, conta com mil vagas imediatas para o cargo de técnico do seguro social, de nível médio.

No entanto, conforme o anexo VII do edital, até 3.373 candidatos têm chances de classificação, sendo pelo menos 2.487 na ampla concorrência. Os contratados terão uma remuneração inicial de até R$5.905,79, para jornada de trabalho de 40 horas.

Ministros confirmam a necessidade de discutir novos concursos INSS (Foto: Anasps)
Ministros confirmam a necessidade de discutir novos concursos INSS (Foto: Anasps)

Ministro Carlos Lupi quer zerar fila da autarquia

Em janeiro, Carlos Lupi tomou posse como ministro da Previdência Social. Em seu discurso, o novo ministro afirmou querer zerar a fila do INSS, o que pode gerar mais convocações do concurso que está em andamento.

“Quero acabar com a fila em tempo recorde para o povo brasileiro se sentir respeitado”, afirmou.

Carlos Lupi destacou também que pretende criar uma comissão quadripartite com representação dos sindicatos patronais, dos trabalhadores, aposentados e governo para discutir as últimas mudanças feitas na legislação previdenciária.

“Precisamos discutir em profundidade a antirreforma que foi feita”, declarou. Apesar das promessas, o ministro não deu prazo para essas mudanças, afirmando que precisa se instalar na pasta e conversar com os ministros da Fazenda, Fernando Haddad, e Planejamento, Simone Tebet.

Carlos Lupi assume a pasta que comandará o Instituto Nacional do Seguro Social, que sofreu desde 2016 com uma desestruturação institucional, segundo apontou o relatório final do Gabinete de Transição Presidencial.

Com um novo concurso INSS, os aprovados irão suprir parte deste quadro de servidores, que foi reduzido nos últimos anos.

Concurso INSS oferece mil vagas de nível médio

Em andamento, o concurso INSS conta com mil vagas para o cargo de técnico do seguro social, de nível médio.

As provas objetivas já foram realizadas e, agora, os candidatos aguardam os demais resultados. Os aprovados serão convocados para a matrícula nas primeiras turmas do curso de formação.

O curso será realizado nas cidades de Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), João Pessoa (PB), Manaus (AM), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP).

Para ser aprovado nesta última etapa, o candidato precisará alcançar notas satisfatórias nas provas objetivas e discursivas que compõem essa etapa.

Durante a formação, o concorrente ainda fará jus, a título de auxílio financeiro, a 50% da remuneração da classe/padrão inicial do cargo.

Resumo sobre a seleção

  • Órgão: Instituto Nacional do Seguro Social
  • Cargos: técnico do seguro social
  • Vagas: mil + CR
  • Requisitos: nível médio
  • Remuneração: até R$5.905,79
  • Inscrições: de 16 de setembro a 4 de outubro (prorrogadas)
  • Provas: 27 de novembro (todo país) e 11 de dezembro (Gerência Executiva de Guarulhos SP)

POR FOLHA DIRIGIDA

Veja Mais