19 abril 2024

Com Bolsonaro fora, Bittar se aproxima de Lula, fala em “pacificação” e convida ministro para vir ao Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Após afirmar que sua “maior missão agora é trabalhar para pacificar o país”, o senador Marcio Bittar (UB/AC) convidou o ministro do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, para vir ao Acre. Bittar se reuniu com Góes ontem (7), em Brasília.

“Aqui dentro nos temos mais de R$ 230 milhões só para o Deracre e aproveitando essa relação, agradecer o ministro lembrando nessa reunião, que quando ele foi governador, eles encaminharam e resolveram o problema do saneamento básico do Amapá”, disse Bittar ao elogiar o ministro de Lula.

O senador acreano afirmou que o maior problema do Norte do Brasil é “saneamento básico”. “Essa experiência, eu quero que o governador do Estado e os prefeitos, principalmente da Capital, venham aqui no Ministério para junto com sua equipe para conversar e levar essa solução para o Acre”. E reiterou: “Ministro, muito obrigado, conte com meu gabinete”.

Em resposta, Waldez Góes agradeceu Bittar pelas palavras e reforçou: “Esse Ministério é uma extensão sempre do trabalho de parlamentares como o senador Marcio, que se preocupa com o desenvolvimento local, destina recursos e é uma obrigação nossa, como ministro e da minha equipe, desenvolver todas as possibilidades para que estes recursos sejam aplicados e o seu trabalho seja valorizado”.

Sobre sua vinda ao Acre foi pontual: “em breve, já a convite do senador, nós vamos estar no Acre para discutir outros projetos. Ele citou aqui a questão da modelagem do saneamento, de resíduos sólidos, e o Ministério pode contribuir neste debate”, frisou.

 

Por Notícias da Hora

Veja Mais