17 maio 2024

Lula é vacinado por Alckmin e lança campanha nacional de vacinação

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou na tarde desta segunda-feira (27) de um evento na cidade do Guará, no Distrito Federal, para lançar a campanha nacional de vacinação. Na ocasião, ele foi vacinado com a quinta dose contra a Covid-19 pelo vice-presidente, Geraldo Alckmin, que é médico.

O presidente, em seu discurso, fez um apelo para a população se vacinar e disse que esse é um gesto para as pessoas não morrerem por “falta de responsabilidade”.

“Daqui para frente, a hora que vocês lerem um aviso, virem na televisão um aviso, uma propaganda no rádio ou na internet que está dando vacina no bairro de vocês, na vila de vocês, na cidade de vocês, pelo amor de Deus, não sejam irresponsáveis”, disse Lula.

“Se tiver vacina, vá lá tomar a vacina, porque a vacina é a única garantia que você tem de não morrer por falta de responsabilidade. A vacina é uma garantia de vida.”

O presidente afirmou ainda que não consegue compreender os pais que não levam as crianças para serem vacinadas.

“Não posso compreender uma mãe que se recusa a levar um filho para tomar vacina contra uma possível paralisia infantil. Ou seja, na hora de não dar a vacina pode parecer bonito. Mas a hora em que a criança pega a paralisia, aí a gente vai sofrer para o resto da vida uma coisa que a gente poderia ter evitado”, prosseguiu Lula.

Também participaram do evento a ministra da Saúde, Nísia Trindade, e a primeira-dama, Janja da Silva.

A campanha terá ações para ampliar o percentual de brasileiros imunizados em todas as vacinas disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS).

Com a mensagem “Vacina é vida. Vacina é para todos”, a mobilização inclui vacinação contra a Covid-19 e outros imunizantes do Calendário Nacional de Vacinação em várias etapas.

Vacina bivalente
A ação marca também o início do plano de vacinação contra Covid-19 para 2023. As pessoas serão vacinadas com o reforço do imunizante bivalente da Pfizer.

Os grupos mais expostos ao risco da doença que foram vacinados com ao menos duas doses da vacina monovalente receberão a bivalente.

A vacina bivalente é uma atualização em relação aos primeiros imunizantes fabricados contra a Covid-19 e protege contra a cepa original do coronavírus e as subvariantes ômicron.

Campanha

Neste ano, o Ministério da Saúde também selecionou como embaixadores da Campanha Nacional de Vacinação figuras públicas que atuarão no processo de convencimento da população da importância de ir aos postos de vacinação.

Entre os nomes estão a apresentadora Xuxa e o influencer Ivan Baron, ativista pela causa das pessoas com deficiência que subiu a rampa presidencial durante a posse do presidente Lula.

No ano passado, segundo o Ministério da Saúde, nenhuma vacina do Programa Nacional de Imunizações (PNI) atingiu a meta de vacinar 95% do público-alvo.

Janja, Lula, Nísia Trindade e Alckmin participaram de evento para lançar a campanha de vacinação — Foto: Reprodução

Janja, Lula, Nísia Trindade e Alckmin participaram de evento para lançar a campanha de vacinação — Foto: Reprodução

Por Pedro Henrique Gomes e Guilherme Mazui, g1

Veja Mais