17 maio 2024

Compromisso do governo do Acre com a preservação do meio ambiente é reafirmado em Brasília

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Secretário de assuntos federativos, Ricardo França, com a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva. Foto: Dilma Tavares/Repac

O compromisso do governador Gladson Cameli com a proteção ao meio ambiente, incluindo o desmatamento zero e o combate às queimadas, foi reafirmado pelo secretário de relações federativas do governo do Acre,  Ricardo França, para a ministra do Meio Ambiente, a acreana Marina Silva.

O encontro de França com Marina Silva ocorreu nesta terça-feira, 28, quando ele representou o governador na posse do novo presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Rodrigo Agostinho, e inauguração do prédio da Central de Logística e Apoio do Centro Nacional de Prevenção e Combate a Incêndios (Prevfogo), além da comemoração de 34 anos do Ibama.

“O governador Gladson Cameli me encarregou de reforçar o compromisso do governo do Acre com a preservação ambiental, incluindo o desmatamento zero e o combate às queimadas”, disse o secretário. Ele lembrou que o governo tem se empenhado no desenvolvimento de políticas públicas sustentáveis, “buscando a geração de emprego e renda e melhoria das condições de vida dos acreanos, que integram os milhares de habitantes da Amazônia”.

Desenvolvimento socioeconômico

Conforme Ricardo França, a participação do governo do Acre no evento reforça o compromisso do governador com o desenvolvimento sustentável. Cita como exemplo a Agenda 10, que trata do plano de desenvolvimento socioeconômico sustentável do Estado para os próximos 10 anos e que será desenvolvido já a partir de 2023.

Governador Gladson Cameli é representado por secretário Ricardo França na posse do presidente do Ibama, com a presença da ministra Marina Silva. Foto: Dilma Tavares/ Ascom Repac

O secretário lembrou que o assunto foi tratado pelo governador, inclusive na 13ª Reunião Anual da Força-Tarefa dos Governadores para o Clima e Floresta (GCF), realizada recentemente no México. No encontro, o governador detalhou a Agenda 10, destacando que a mesma abrange, por exemplo, “o uso sustentável das  riquezas naturais, o fortalecimento das cadeias produtivas, a diversificação da produção sustentável e serviços, bem como a promoção do turismo cultural e ecológico das populações tradicionais”.

No evento, em Brasília, a ministra Marina Silva ressaltou a defesa do presidente Luiz Inácio Lula da Silva do “desmatamento zero” e do combate às mudanças climáticas, falou da existência de uma política ambiental transversal no governo, com 11 ministérios possuindo áreas voltadas à essa questão e defendeu a preservação do meio ambiente que também leve em conta alternativas para a população.

Governo do Acre participa de solenidade de posse do presidente do Ibama. Foto: Dilma Tavares/Ascom Repac

“Ser ambientalista é ser a favor do desenvolvimento para todos”, disse, destacando que isso considera atender às necessidades do presente e das próximas gerações. O presidente do Ibama afirmou que o Brasil tem 50% do seu território com vegetação nativa, possui a maior biodiversidade do mundo, que o Ibama precisa responder à altura essa responsabilidade e disse do desejo da transformação do Brasil “na maior liderança em defesa do meio ambiente e  do mundo”.

O prédio da central do Prevfogo teve financiamento do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) e leva em conta a sustentabilidade ambiental, conforme afirmou a coordenadora-geral, Flávia Saltini Leite. Presente ao evento, o presidente do BNDES, Aloizio Mercadante, afirmou que os projetos apresentados àquele banco levarão em conta a questão ambiental. Disse que a Amazônia tem 28 milhões de habitantes e que “é preciso criar alternativas de desenvolvimento para a região”. Também participou do evento o secretário executivo do Ministério do Meio Ambiente, João Paulo Capobianco.

Por Agência de Notícia do Acre

Veja Mais