22 maio 2024

Metálica de Rio Branco pode receber caçambas com peso para resguardar a estrutura

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

A Ponte Juscelino Kubitschek, conhecida como “Ponte Metálica”, em Rio Branco, Acre, está interditada desde segunda-feira (27) e pode receber caçambas com peso para estabilizar e resguardar a estrutura da ponte. Equipes do Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre) estão trabalhando para retirar os balseiros acumulados nas pilastras da ponte, e mais de 200 toneladas de entulho já foram removidas.

Segundo a Defesa Civil, o nível do rio Acre atingiu 17,02 metros nesta manhã, em razão da correnteza forte, e caso o nível continue subindo, poderá ser necessário colocar toneladas de brita para assegurar a estrutura da ponte por medidas de segurança. Em 2015, o Governo do Estado precisou da ajuda de 08 caçambas, com 25 toneladas, para estabilizar a ponte durante a cheia histórica.

O Deracre informou que ainda não há necessidade de colocar as caçambas na ponte, mas equipes de engenheiros do órgão estão no local desde ontem para monitorar a situação e tomar as medidas necessárias para garantir a segurança da ponte. A Ponte Metálica é uma importante via de ligação entre o centro da cidade e o bairro da Estação Experimental, e é usada diariamente por milhares de pessoas. A interdição da ponte tem gerado transtornos no trânsito da cidade, que já enfrenta problemas com as enchentes.

A cheia do rio Acre é um fenômeno comum na região, mas as enchentes têm se intensificado nos últimos anos, com impactos cada vez maiores na vida dos moradores e nas atividades econômicas da cidade. A prefeitura de Rio Branco e os órgãos de defesa civil estão monitorando a situação e prestando assistência às famílias afetadas pelas enchentes. As autoridades alertam para os riscos de acidentes e pedem a colaboração da população para evitar situações de perigo.

Veja Mais