22 maio 2024

Recorde em 4 anos: 46% das brasileiras sofreram assédio sexual em 2022

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Getty Images

São Paulo – Pesquisa sobre violência contra a mulher, divulgada nesta quinta-feira (2/3) pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, aponta que 46,7% das brasileiras sofreram assédio sexual em 2022.

O índice é o maior registrado em quatro anos, desde quando o levantamento “Visível e Invisível: a Vitimização de Mulheres no Brasil” foi iniciado, em 2017.

Segundo a pesquisa, encomendada ao instituto Datafolha, 30 milhões de mulheres relataram ter sofrido algum tipo de assédio sexual no Brasil no ano passado. O estudo também indicou que todas as formas de assédio listadas aumentaram.

Agressões
O mesmo levantamento aponta que 7,4 milhões de mulheres foram agredidas fisicamente com tapas, socos ou chutes ao longo de 2022, uma média de 14 mulheres agredidas por minuto.

A pesquisa foi realizada entre os dias 9 e 13 de janeiro, com abordagem pessoal de mulheres com mais de 16 anos em pontos de fluxo populacionais.

As entrevistadas responderam sozinhas um formulário de duração média de 20 minutos em um tablet. A margem de erro para a amostra nacional sobre violência contra a mulher é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Por Metrópoles

Veja Mais