28 maio 2024

Separação de mãe e bebê após denúncias gera controvérsia nas redes sociais no Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

A história da família da acreana Gilmara Furuno de Melo, de 32 anos, deu uma reviravolta que tem gerado debate nas redes sociais. O filho de Gilmara, Artur Gael, foi retirado de sua mãe após denúncias feitas por profissionais do Hospital Santa Juliana. O bebê de um mês de idade foi encaminhado para o Educandário Santa Margarida, uma instituição de acolhimento, devido a alegações de que Gilmara não estava providenciando os devidos cuidados.

Gilmara deu à luz Artur Gael em 10 de julho, passando por complicações de saúde durante o parto, incluindo problemas cardíacos. Essas complicações afetaram diretamente a saúde da criança. Após superarem as dificuldades iniciais, tanto Gilmara quanto o bebê receberam alta médica em 12 de julho. Contudo, preocupações sobre a saúde do bebê logo surgiram.

Nos dias seguintes, Artur Gael continuou a perder peso, chegando a perder 1 kg no total. Gilmara, preocupada, buscou ajuda médica em várias unidades de saúde. No entanto, as primeiras avaliações consideraram a perda de peso dentro da faixa normal para um recém-nascido.

Após dez dias, diante da contínua perda de peso do bebê, Gilmara buscou atendimento na unidade de saúde da Vila Ivonete. Os profissionais de saúde encaminharam mãe e bebê para o Pronto-Socorro de Rio Branco, onde a situação de Artur Gael teve uma virada surpreendente. A equipe médica que os atendeu identificou um problema metabólico disfuncional na criança.

Artur Gael foi então transferido para o Hospital Santa Juliana, onde ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Os médicos tentaram várias abordagens para lidar com a perda de peso persistente, incluindo o uso de fórmulas especiais para estimular o ganho de peso, mas os resultados foram irregulares.

O Conselho Tutelar tomou medidas devido às preocupações com a saúde de Artur Gael. De acordo com suas decisões, Gilmara não poderia mais estar próxima da criança. Gilmara enfrentou um dilema difícil: assinar um documento aceitando a decisão ou enfrentar intervenção policial. Ela escolheu assinar o documento.

Atualmente, Artur Gael está sob cuidados profissionais no educandário. Um vídeo divulgado por Gilmara e suas amigas gerou debate nas redes sociais, onde internautas questionam a separação imposta entre mãe e filho sem uma conclusão definitiva do caso.

Veja Mais