13 abril 2024

Acreano João Donato é indicado ao Grammy Latino 2023

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

O músico acreano João Donato foi indicado ao Grammy Latino 2023, considerado o “Oscar” da música. As nomeações foram anunciadas nesta terça-feira (19) e trouxe nomes da música brasileira e hispânica.

O artista morreu há pouco mais de 2 meses, no dia 17 de julho deste ano, no Rio de Janeiro. A morte de Donato repercutiu em todo o país e fez com que diversos artistas brasileiros lamentassem a morte do artista.

Na 24ª edição do prêmio musical mais importante da América Latina, ele foi indicado na categoria de Melhor Álbum de Música Popular Brasileira (MPB), com “Serotonina”, lançado em agosto do ano passado.

Com ele, disputam o gramofone de ouro:

  • Mil Coisas Invisíveis – Tim Bernardes;
  • Vem Doce – Vanessa da Mata;
  • – Djavan;
  • Daramô – Tiago Iorc.

A cerimônia de entrega do prêmio ocorre em 16 de novembro, em Sevilha, na Espanha. Nesta edição, artistas como IZA, Marília Mendonça e Gaby Amarantos e a colombiana Shakira, que lidera as indicações este ano, estão entre os nomes.

Histórico de indicações e prêmios

Donato já chegou a vencer a estatueta em 2010, na 11ª edição do prêmio. Na ocasião, ele foi o único brasileiro a ganhar em uma das sete categorias principais, sendo esta a de “melhor álbum de jazz latino” por “Sambolero”, gravado em quatro dias. Ele é o único acreano a ser detentor do prêmio.

Na véspera da premiação, que ocorreu no dia 12 de novembro de 2010, Donato também levou o prêmio especial da academia de gravação por Excelência Musical pela sua obra.

Em 2016, foi um dos brasileiros indicados para o Grammy Latino. No ano passado, também foi indicado na categoria de Melhor Álbum de Música Popular Brasileira, com “Síntese do Lance”.

Serotonina

Capa do álbum 'Serotonina', de João Donato — Foto: Pedro Palhares com arte de Ricardo H Fernandes

Capa do álbum ‘Serotonina’, de João Donato — Foto: Pedro Palhares com arte de Ricardo H Fernandes

O álbum indicado ao prêmio é o primeiro com músicas inéditas em 20 anos desde Managarroba, de 2002. Lançado pela gravadora Sete Mares, o disco c om sonoridade pop e jazz, conta com dez faixas, sendo estas:

  • 1. Simbora (João Donato e Anastácia) – Participação especial: Anastácia
  • 2. Doce de amora (João Donato e Arruda)
  • 3. Órbita (João Donato e Ronaldo Evangelista)
  • 4. Azul royal (João Donato e Maurício Pereira)
  • 5. Estrela do mar (João Donato e Rodrigo Amarante)
  • 6. Bonsbons (João Donato e Ronaldo Evangelista)
  • 7. Eu gosto de você (João Donato, Felipe Cordeiro e Jorge Andrade)
  • 8. Floriu (João Donato e Céu) – Participação especial: Céu
  • 9. Prata (João Donato e Ronaldo Evangelista)
  • 10. Serotonina (João Donato)

Por Renato Menezes, g1 AC

Veja Mais